Havaianas anuncia patrocínio global à WSL

Marca ratificou interesse e, em iniciativa inédita, em junho passado, a marca patrocinou a etapa brasileira do Circuito Mundial

Em junho passado, a Havaianas patrocinou de maneira inédita a etapa brasileira do Circuito Mundial. Com o sucesso da parceria, a marca será uma das primeiras empresas brasileiras a ter contrato desse porte com a World Surf League. Recentemente, a marca fechou com a surfista Top da Elite Mundial e classificada para as Olimpiadas do Japão 2020, Tatiana Weston-Webb.

Temos uma relação natural e genuína com surfistas do mundo todo há muitos anos, e o surfe representa muito do estilo de vida que nossa marca celebra. Vemos a plataforma Havaianas & WSL como uma parceria de longo prazo, onde vamos criar experiências incríveis para os amantes desse lifestyle tão único”, disse Fernanda Romano, CMO do Grupo Alpargatas.

Com o patrocínio, Havaianas espera ampliar seu alcance internacional e estar cada vez mais presente na cabeça dos amantes do surfe. Para a temporada 2020 do Circuito Mundial, a marca terá presença na etapa inicial, em Gold Coast, na Austrália, em Saquarema, no Brasil, em Peniche, em Portugal, e no Surf Ranch em Lemoore California.

Challenger Series também está na mira da Havaianas

Tatiana Weston Web. Foto: Reprodução / Instagram (@tatiwest)

Mas não será somente na principal competição de surfe do mundo que Havaianas estará presente. Estão previstos os patrocínios à etapa do Challenger Series, qualificatória para o Circuito Mundial, na Espanha, e também à New York Longboard Classic.

Com um contrato de dois anos firmado com a gigante brasileira, a WSL se tornou um fio condutor para estratégias internacionais de marketing e espera fortalecer ainda mais os laços com o Brasil.

Dar as boas-vindas à Havaianas como parceira da WSL no Brasil e no mundo é uma incrível indicação de quão popular é o surf na região e de quão significativa é essa região para o esporte. Estamos muito empolgados em fazer parceria com uma marca que é tão bem-sucedida e tão brasileira; é realmente importante trabalharmos com marcas fortes, como a Havaianas, que são líderes em seu espaço”, completou Ivan Martinho, General Manager da WSL na América Latina.

O acordo entre Havaianas e WSL serve também para mostrar a força da “Brazilian Storm”, que tem ajudado a promover o esporte no país e atrair patrocinadores. Atualmente, dos 34 atletas que disputam o Championship Tour, 12 são brasileiros. O país tem, inclusive, três surfistas no Top 5. E os resultados são concretos: Gabriel Medina é bicampeão do mundo (2014 e 2018) e Adriano de Souza também já conquistou o título mundial em 2015. Em 2019, o próprio Medina de novo e Ítalo Ferreira estão na briga pelo troféu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *