WSL Latin America confirma duas etapas Qualifying Series em novembro no Brasil

A primeira é o Layback Floripa Pro apresentado pela Billabong e a segunda é o Saquarema Surf Festival na Capital Nacional do Surfe. Os dois eventos são licenciados com supervisão da WSL Latin America e valerão pontos para os primeiros rankings regionais de 2020/2021

A Praia de Itaúna com a Igrejinha de Saquarema ao fundo Foto: Daniel Smorigo/WSL

WSL Latin America está confirmando duas etapas seguidas do WSL Qualifying Series esse ano no Brasil. Ambas marcarão o retorno de cidades tradicionais do esporte, ao calendário dos eventos classificatórios para a elite do World Surf League Championship Tour. A primeira será o Layback Floripa Pro apresentado pela Billabong na Praia Mole de Florianópolis (SC), nos dias 10 a 14 de novembro, com etapas do QS 3000 masculino e QS 1000 feminino.

A outra é o Saquarema Surf Festival de 15 a 21 do mesmo mês, com eventos do QS 3000, Pro Junior e Longboard, todos combinados para homens e mulheres. Os dois eventos são licenciados, para a Agência Esporte Arte em Florianópolis e para a 213 Sports do Rio de Janeiro, mas com supervisão e gestão técnica/esportiva da WSL Latin America e valem pontos para os primeiros rankings regionais de 2021/2022. 

É com alegria que anunciamos dois novos eventos no Brasil, muito importantes para os surfistas brasileiros e de outros países da América do Sul, buscarem classificações para disputarem vagas para o CT no Challenger Series e os títulos mundiais do Pro Junior e Longboard, disse Ivan Martinho, CEO da WSL Latin America. 

“Serão os primeiros eventos no Brasil após a pandemia e o surfe brasileiro vive um momento especial, único, com a medalha de ouro conquistada pelo Italo Ferreira nas Olimpíadas e pelo tricampeonato mundial do Gabriel Medina, na segunda decisão de título consecutiva entre brasileiros. Agora, é a chance de novos talentos mostrarem seu valor para fazerem parte desta história”, completou Ivan.

Eventos já contam pontos para o Qualifying Series regionais

As duas etapas seguidas do WSL Qualifying Series no Brasil, serão as primeiras a marcar pontos nos rankings regionais 2021/2022 da WSL Latin America. Estes rankings classificarão quinze surfistas para o WSL Challenger Series do ano que vem, dez na categoria masculina e cinco na feminina, para disputar vagas para o World Surf League Championship Tour.

Em Florianópolis, estarão em jogo 3.000 pontos para os homens e 1.000 para as mulheres, enquanto em Saquarema serão 3.000 pontos para as duas categorias. Já o Pro Junior e o Longboard em Saquarema, são qualificatórios para os Mundiais da World Surf League de cada modalidade. 

Layback Floripa Pro marca o retorno da praia Mole, em Floripa, ao Mundial de Surf

Praia Mole. Foto: Thomas Ladin/WSL

“A LayBack nasceu com a ideia de preservar aquilo que é real”, disse André Barros, sócio fundador da LayBack. “Sempre acreditamos no surfe e sabemos da importância de devolver uma etapa do QS para Floripa. Estamos muito felizes com isso e, no que depender de nós, o evento nunca mais sairá da ilha”.

Layback Floripa Pro apresentado pela Billabong vai marcar o retorno da Praia Mole e de Florianópolis ao Circuito Mundial. A última etapa do WSL Qualifying Series disputada na Praia Mole aconteceu em 2010. E foi também na Praia Mole, que o hoje tricampeão Gabriel Medina foi apresentado para o mundo, como o mais jovem a vencer um evento do Circuito Mundial, com apenas 15 anos de idade.

Já a capital catarinense, é a cidade brasileira que mais sediou etapas do QS, 27 do total de 140 realizadas desde 1992. A última foi em 2016 na Praia da Joaquina, comemorativa aos 30 anos do primeiro Hang Loose Pro Contest em 1986 no mesmo lugar.

Saquarema garantida em 2021

Já a cidade de Saquarema vem recebendo os melhores surfistas do mundo desde 2017, quando o Oi Rio Pro se mudou para a Capital Nacional do Surfe. Mas, a etapa brasileira do CT não foi realizada em 2020 e 2021, por causa da pandemia.

Antes, tinha sediado oito etapas do WSL Qualifying Series, a primeira em 1997 e as outras de 2009 a 2015. O Saquarema Surf Festival será disputado na Praia de Itaúna e a expectativa é grande para a participação de grandes estrelas do surfe sul-americano e, também, para surfistas das categorias Pro Junior Sub-20 e do Longboard, que não tem etapas para competir no Brasil desde 2019.

Para nós, o Saquarema Surf Festival é muito importante, porque será a retomada dos eventos esportivos na cidade de Saquarema, depois de 2 anos sem CT. O evento nasce para se tornar uma segunda data de surfe na cidade, reforçando a reputação de Saquarema ser o Maracanã do Surfe, disse Pedro Mesquita, diretor comercial da 213 Sports.

“Será um evento com viés esportivo muito importante para a América do Sul. O Saquarema Surf Festival vai reunir três campeonatos, dois que movimentam a base do surfe e um de longboard. E será um evento totalmente igualitário, pois tivemos a preocupação em fazer os três campeonatos com premiações iguais para homens e mulheres, que é um dos pilares que a WSL incentiva” completou Pedro. 

As duas competições são licenciadas pela World Surf League, para a 213 Sports produzir o Saquarema Surf Festival e para Agência Esporte Arte (AEA) realizar o Layback Floripa Pro apresentado pela Billabong, ambos com supervisão e gestão técnica/esportiva da WSL Latin America. Os dois eventos serão transmitidos ao vivo pelo WorldSurfLeague.com e pelo aplicativo da WSL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *