Mosaicista de Imbituba homenageia a ‘Heroína de dois Mundos’, Anita Garibaldi

Mural com mosaico em homenagem aos 200 anos de Anita, será inaugurado nesta quinta feira (04) às 15 horas, junto ao monumento em homenagem a Anita Garibaldi, no mirante da praia do Porto, em Imbituba, e vai chamar a atenção pelo seu tamanho e detalhes. Liz Panek conta um pouco sobre a idealização deste trabalho que foi premiado pelo Procult/2021

A personagem histórica Ana Maria de Jesus Ribeiro, ou a Anita Garibaldi, é uma das personalidades femininas mais cultuadas do sul do Brasil. Ana Maria de Jesus Ribeiro nasceu em Laguna, Santa Catarina, em 30 de agosto de 1821, e aos 18 anos, já separada do primeiro marido, conheceu e apaixonou-se pelo italiano Giusepe Garibaldi, quando as tropas farroupilhas desembarcaram em Laguna para tomar a cidade.

A relação entre Anita e Imbituba, se deu em 04 de Novembro de 1839. Acontecia no mar de Imbituba a Batalha Naval entre os Imperiais, que defendiam o Governo, contra os republicanos revolucionários. A valente Anita, aprende a lutar e participa da batalha de igual para igual contra os soldados do governo. Durante a batalha, muitos homens, cansados e feridos, queriam desistir, mas a força de Anita, que se manteve firme o tempo todo, encorajou-os a voltarem a lutar.

Liz Panek: “Anita foi uma feminista muito antes do feminismo”

É com este enredo que a mosaicista, Liz Panek, se sentiu a vontade para reproduzir a imagem de uma das mulheres mais altivas e importantes em sua época. Ela se entregou não só aos detalhes do seu trabalho, mas a história por traz desta heroína e mulher, que não se dava por vencida mesmo quando as coisas ficavam complicadas.

Segundo Liz, “Considerando a época em que viveu e as atitudes que tomou, Anita é dos maiores testemunhos de destemor e determinação femininos que se conhece, trata-se de promover, pela figura de Anita, a afirmação feminina, nossos direitos, o empoderamento de gênero, para que venhamos a ter uma sociedade mais justa e igualitária. Anita foi uma feminista muito antes do feminismo”.

Ainda segundo ela, para muitos isto ainda choca no mundo que vivemos: “Ela representa bem esses ideais de luta pela liberdade pessoal e política, no momento em que as mulheres reivindicam seus direitos. Mas, certamente, era uma mulher que não se conformava com os estereótipos e lugares designados às mulheres de seu tempo, e mesmo do nosso tempo”.

Mosaico terá 1,20m x 1,20m e contará com cerimônia nesta quinta-feira (04) no Mirante da Praia do Porto

Uma obra que, apesar de não ter demorado para ser idealizada, precisou de muito trabalho e dedicação. Sem contar os meses anteriores em que Liz Panek ficou imaginando um dia colocar em pratica, o trabalho aconteceu em aproximadamente 30 dias. Muitos pedaços de azulejos, pastilhas, vidro blindex, cerâmica modelada e esmaltada, e tudo mais que é aplicado em um mosaico, se juntaram para formar uma das obras mais imponentes já feitas em Imbituba.

Para a mosaicista, “Valeu cada minuto que precisou se dedicar nesta obra. Ela representa não apenas os meus sentimentos como mulher, mas os de todos por um mundo mais justo e igualitário”. Nesta quinta feira (04), às 15 horas, acontece a cerimônia de entrega da obra em definitivo a comunidade, e contará com a presença de diversas autoridades do município.

O projeto, denominado ‘Mural com Mosaico de Anita Garibaldi’, realizado por Liz Panek, contou com o apoio da Prefeitura de Imbituba, Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte, via Superintendência de Cultura, por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura – PROCULT nº 01/2021, Comissão Municipal de Incentivo a Cultura (CMIC), e teve como Incentivador Cultural a Fertisanta, e apoio da LPA Comunicação Visual.

Para saber mais sobre o Mosaico de Anita Garibaldi no Instagram, clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *