WSL confirma 4 etapas na perna australiana do Championship Tour 2021

A World Surf League (WSL) está confirmando hoje a perna australiana do Championship Tour (CT) 2021 com quatro etapas. As praias de North Narrabeen e Newcastle, em New South Wales, e Margaret River e Rottnest Island, em Western Australia, vão receber os melhores surfistas do mundo a partir de 1.o de abril. Já os tradicionais eventos Corona Open Gold Coast apresentado pela Billabong e o Rip Curl Pro Bells Beach, não serão realizados este ano.

North Narrabeen em Sydney Foto: Matt Dunbar/WSL

A WSL concentrará os eventos da Austrália em New South Wales e em Western Austrália, após as aprovações das bolhas de quarentena para todos os atletas e envolvidos na produção dos eventos. A WSL não conseguiu produzir essas bolhas de isolamento nos estados de Victoria e Queensland para a realização das etapas de Bells Beach e da Gold Coast, respectivamente, neste curto espaço de tempo. Mas, conseguiu em New South Wales e na Austrália Ocidental, por isso os dois eventos foram confirmados em cada estado.

“A WSL está muito animada com o retorno do CT à Austrália em 2021 e com a confirmação de mais uma etapa”, disse o gerente geral da WSL APAC, Andrew Stark. “Este ano, devido ao COVID-19, a perna australiana do CT está muito diferente da que estávamos acostumados com três novas etapas. Embora seja decepcionante perder locais como Bells Beach e Gold Coast este ano, estamos felizes em adicionar Newcastle, North Narrabeen e Rottnest Island ao calendário. Gostaríamos de agradecer a todos os nossos parceiros por sua paciência, compreensão e apoio durante este momento extremamente difícil. A WSL mal pode esperar para retomar o Tour e realizar eventos épicos e seguros para nossos atletas, fãs e parceiros na Austrália”.

Na semana passada, a WSL formalizou o acordo com o governo de New South Wales, que fará com que os competidores do mundo inteiro embarquem em um voo fretado em Los Angeles que pousará em Sydney. Uma vez na Austrália, todos os atletas e a equipe de apoio, passarão pela quarentena obrigatória de 14 dias no hotel e devem receber uma autorização médica das autoridades de saúde pública, para serem liberados para se preparar para a primeira competição em Newcastle. O governo não está financiando a quarentena.

A WSL implementará um robusto e completo protocolo de saúde e segurança COVID-19 para cada evento durante a etapa australiana do CT, de acordo com as orientações federais e estaduais. O plano de saúde e segurança da WSL inclui medidas de distanciamento social, verificações de temperatura, higienização adequada de todos, procedimentos de rastreamento de contato, estações de desinfetante em toda a arena do evento e pessoal mínimo no local.

Perna Australiana do World Surf League Championship Tour 2021*:

Rottnest Island vai estrear no calendário do CT. Foto: Turismo WA

* Todas as etapas e datas estão sujeitas a alterações devido às restrições aplicáveis ​​relacionadas ao COVID-19, inclusive restrições globais de viagem.

  • Rip Curl Newcastle Cup apresentado pela Corona: 01 a 11 de abril
  • Rip Curl Narrabeen Classic apresentado pela Corona: 16 a 26 de abril
  • Boost Mobile Margaret River Pro apres. pela Corona: 02 a 12 de maio
  • Rip Curl Rottnest Search apresentado pela Corona: 16 a 26 de maio

Três novas paradas são adicionadas ao WSL Championship Tour 2021

Três novas paradas serão acrescentadas a Margaret River na perna australiana do CT, duas em New South Wales e uma na Austrália Ocidental. A abertura será em um grande palco do esporte em Merewether Beach, Newcastle, icônica cidade australiana com mais de 35 anos de história no Circuito Mundial de Surfe Profissional.

Depois, o CT segue mais para o sul, para North Narrabeen, em Sydney. Assim como Newcastle, é uma praia com uma rica história no surfe e onde surgiram grandes nomes do surfe australiano, como Simon Anderson, Nathan Hedge, Laura Enever e o bicampeão mundial Damien Hardman, para citar alguns. As esquerdas de alto desempenho de North Narrabeen sediaram dezenas de eventos profissionais nas últimas quatro décadas, mas o Rip Curl Narrabeen Classic apresentado pela Corona será a primeira etapa do CT, desde o Campeonato Mundial Junior realizado há mais de uma década.

“Narrabeen é uma das praias de surfe mais icônicas da Austrália e queremos garantir que todos aproveitem ao máximo os benefícios recreativos, turísticos e econômicos que o surfe oferece”, disse o vice-primeiro-ministro de NSW, John Barilaro. “Os impactos do COVID-19 atingiram fortemente as Praias do Norte, forçando bloqueios no Natal do ano passado, então nosso apoio a este evento vai estimular a economia local e mostrar Narrabeen como um destino de surfe e turismo de classe mundial”.

“Este evento de um circuito altamente cobiçado, trará os dólares do turismo tão necessários para as lojas, restaurantes e acomodações locais aqui em Narrabeen e arredores, ajudando a reconstruir nossa economia após um ano muito difícil para muitas empresas locais”, disse Rob Stokes, membro da Pittwater. “Estou emocionado em ver este evento espetacular chegando à nossa costa, aumentando nosso perfil no cenário global e incentivando um sentimento de orgulho em nossa comunidade”.

“Esta é uma grande oportunidade de mostrar nossas praias ao cenário mundial por onze dias”, disse o prefeito de Northern Beaches, Michael Regan. “A WSL se encaixa perfeitamente no estilo de vida do qual temos muito orgulho em nossa comunidade costeira. Isso trará atividades econômicas e empregos muito necessários para as empresas locais”.

“Há mais de 20 anos não realizamos um evento do tour mundial em North Narrabeen. Será ótimo para os surfistas, principalmente os grommets, poderem ver os melhores surfistas do mundo competindo na onda mais consistente de Sydney”, disse a lenda local e duas vezes campeão do mundo, Damien Hardman. “Após o impacto pelo bloqueio forçado devido ao COVID durante o movimentado período de Natal, este evento não poderia vir em melhor hora para muitas empresas”.

O terceiro evento da perna australiana é mais familiar para os competidores e fãs do surfe, Margaret River, onde a competição retorna às águas fortes e brutas da costa ocidental da Austrália. Como sempre, os melhores surfistas do mundo serão testados nas ondas pesadas de Main Break e The Box, durante a janela do evento.

“A Boost Mobile está entre as maiores redes móvel da Austrália e vem apoiando atletas e surfistas profissionais em vários níveis nos últimos 20 anos”, disse o gerente geral da Boost Mobile, Jason Haynes. “Estamos orgulhosos em continuar nossa parceria com a WSL e como naming rights para o Boost Mobile Margaret River Pro em WA. A área de Margaret River produz ondas de classe mundial e a WSL produz uma transmissão excepcional, portanto, apesar da limitação de público no local, a equipe da WSL levará aos fãs toda a emoção e drama da competição para as suas casas, na transmissão ao vivo do evento”.

A reserva natural imaculada da Ilha Rottnest sediará a quarta e última etapa perna australiana do World Surf League Championship Tour 2021. A ilha fica na costa da capital da Austrália Ocidental, Perth, e suas ondas são algumas das mais consistentes do estado. Strickland Bay, onde acontecerá o evento, é um pico de esquerdas que são consideradas como uma das melhores ondas do sudoeste da Austrália Ocidental.

“Será fantástico para a Austrália Ocidental, poder mostrar como são grandes as oportunidades de surfe em todo o nosso estado”, disse o Ministro do Turismo de WA, Paul Papalia. “Os telespectadores internacionais e nacionais poderão ver o preservado ambiente marinho em torno da Ilha Rottnest e ter uma amostra do que torna esta ilha tão especial. Os competidores da World Surf League também poderão conhecer o animal mais feliz do mundo, o quokka, e experimentar pela primeira vez o ambiente único de Rottnest. O governo de McGowan está muito satisfeito por poder apoiar esta nova etapa do calendário australiano após o evento de Margaret River Pro até 2024, pelo menos”.

“Este evento único representa outra oportunidade real para um surfista feminino e masculino da WA competirem no mais alto nível possível no surfe”, disse o CEO do Surfing WA, Mark Lane. “Bronte Macaulay e Jack Robinson são exemplos de surfistas daqui de WA que tiveram a oportunidade de competir como wild card (convidados) no passado – e aproveitaram com sucesso para hoje fazerem parte da elite que disputa todo o Championship Tour”.

Embora Rottnest Island permaneça aberto para visitantes durante a realização do evento, não será permitida a presença de público em Strickland Bay, porque o evento é produzido apenas para transmissão ao vivo.

Rip Curl obtém direitos de “naming rights” para três novos eventos da perna australiana

A icônica marca de surfe Rip Curl vai participar como patrocinadora de naming rights em três dos quatro eventos da perna australiana, as de Newcastle, North Narrabeen e Rottnest Island, continuando seu longo e importante apoio ao surfe profissional.

“Quando a WSL nos disse que tinha três eventos alternativos para patrocinar, depois que o Rip Curl Pro Bells Beach foi cancelado devido ao Covid 19, fizemos o que seria natural e nos envolvemos”, disse o fundador da Rip Curl e a lenda do esporte, Doug ‘Claw’ Warbrick. O ex-juiz da WSL, competidor e membro do conselho vê isso como uma grande oportunidade para manter o surfe profissional: “Newcastle, Narrabeen e Margaret River, têm uma longa história no surfe profissional e Rottnest Island nos deu a chance de trazer de volta o Rip Curl Search, que não acontecia desde quanto Gabriel Medina venceu em San Francisco há uma década. The Cup, The Classic, The Masters e The Search. É um ótimo Quaddie! Parabéns a WSL. Eles estão trabalhando muito para manter o Tour vivo e temos o privilégio de estar a bordo. Adoramos ver os melhores surfistas do mundo surfando em grandes ondas”.

Corona Open Gold Coast apresentado pela Billabong é cancelado

A WSL também confirmou, lamentavelmente, o cancelamento do Corona Open Gold Coast apresentado pela Billabong em Snapper Rocks. A difícil decisão de não realizar o evento em 2021 se deve aos problemas devido aos múltiplos riscos associados a medidas repentinas de saúde pública em relação ao COVID-19, como bloqueios, restrições de fronteira estaduais e cancelamentos de eventos. Sem uma bolha pré-aprovada para entrar no estado em meio ao fechamento da fronteira, o risco para o evento e para a WSL eram enormes.

Apesar do cancelamento, a WSL faz um agradecimento especial aos nossos parceiros de longa data e a Corona, que será a parceira de apresentação de todas as quatro etapas do CT na Austrália. A série de vídeos sociais Corona Lay Days continuará em todos os quatro locais, dando aos nossos fãs uma visão dos bastidores sobre o que nossos atletas fazem quando a competição é encerrada a cada dia e o Corona Lay Days entra no ar.

Fonte: João Carvalho/WSL Latin America

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *