A.C.E.S. elege nova diretoria

Karina Abras, foi eleita presidente da nova Diretoria da Associação Catarinense das Escolas de Surf

A eleição ocorreu no dia 30 de dezembro de 2020, a Assembleia Geral aconteceu em formato VIRTUAL, por isso, a Associação Catarinense das Escolas de Surf, (A.C.E.S), reuniu os representantes das entidades congêneres parceiras: Fecasurf, Fecasup, Salva Surf e CREF SC, também os representantes das unidades filiadas: Unidade Balneário Camboriú e Unidade Floripa.

Presentes também os membros da diretoria vigente e chapa única inscrita. A coordenação do grupo de whatsapp, foi conduzida por Graziella Risso, ex diretora administrativa da entidade, que foi a responsável pela ata em conjunto com o ex presidente da gestão anterior, Roger Souto Mayor.

Surf, Cidadania e Educação

“Essa foi a única chapa que se apresentou na data marcada para a eleição, pelo fato de ter chapa única, a eleição foi harmoniosa e de grande responsabilidade nas escolhas para a nova gestão.” comentou Grazi Risso.

Considerando que não houve nenhum voto contrário à chapa única inscrita, a chapa Surf, Cidadania e Educação foi eleita para a Gestão 2020-2024 da ACES SC, que terá início em 01 de Janeiro de 2020, e término em 31 de Dezembro de 2024.

A nova gestão é formada com os seguintes integrantes:

Diretoria Executiva e Presidente: KARINA ABRAS (KIKA) de Florianópolis
Vice Presidente – LUIZ CARLOS PICINELLI MALUCELLI JR (BULLDOG) de Balneário Camboriú
Diretor Técnico – VINICIUS ZEILMANN BRASIL de Florianópolis
Diretor Administrativo – MICHAEL CARVALHO VIEIRA de Imbituba
Diretor Comunicação e Marketing – CLAUDIO RICARDO SAHONERO (RAPOSÃO) de Florianópolis.

Conselho Fiscal: MARCO POLO FONSECA SOARES de Florianópolis
GIORGEA DE SOUZA SELL (JÓIA) de Penha
CARLA MILENE DOS SANTOS GIROLAMO (MILI) de Bombinhas
MOZART LUIZ TEIXEIRA de Balneário Camboriú

Assessoria Jurídica – Elton Di Tommazi Maciel

Sobre a ex-gestão

O trabalho feito pela gestão anterior presidida por Roger Souto, Grazi Risso, foi sem dúvidas, um excelente trabalho que merece os parabéns de todos, pois deram grande importância para o fortalecimento das escolas de surf, cursos efetivos com formação de novos professores, foram anos de batalha pelas Escolas de Surf em Santa Catarina, propagaram uma disciplina inédita com cursos, regularização para o funcionamento nas praias, manutenção dos professores e conseguiram destacar a entidade como uma das melhores do Brasil.

O ex-presidente da A.C.E.S, Roger Solto, fez a seguinte consideração: “Gostaria de agradecer a todos por todos estes anos de apoio e dedicação ao nosso segmento, em especial aos profissionais que estão neste grupo. Também a Fecasurf, CREF-SC e prefeituras. Amigos contem sempre conosco. amamos vocês de verdade.” Grazi também deixou seu recado, “Meu agradecimento especial a você por toda dedicação voluntária e por amor. Gratidão eterna.”

Sobre a atual gestão

Karina Abras/Kika “Pessoal primeiramente gostaria de parabenizar e agradecer de coração o Roger e a Grazi por anos de serviços prestados a Aces de forma voluntaria em que não mediram esforços pra organizar o segmento das escolas de surf .Obrigada mesmo vocês merecem todo o meu respeito“.

Espero poder estar a altura dos anseios dessa categoria e prometo que vou trabalhar duro para que continuemos ser referencia para o Brasil e para o mundo.Acredito muito nos nomes que estão compondo essa diretoria ,todos pessoas de bem e com o mesmo objetivo de fortalecer as escolas de surf no Estado de Santa Catarina.Obrigada a todos que aceitaram o convite, obrigada as entidades parceiras e a todos envolvidos nesse momento.”

Sobre a A.C.E.S

A ACES SC, entidade fundada em 2003 com o objetivo de organizar as escolas de surf do estado de Santa Catarina, hoje conta com unidades que foram criadas para descentralizar o poder da entidade estadual, fortalecendo a organização das escolas de municípios do litoral catarinense, gerando fomentos a nível municipal.

A entidade estadual passou a seguir objetivos mais amplos como a inclusão da disciplina surf em faculdades de Educação Física, a inclusão da ocupação “Professor de Surf” na CBO, salário desemprego para professores de surf na época da pesca da tainha, políticas públicas para inclusão do surf no contraturno escolar em todo litoral catarinense.

Hoje a entidade é referência em cursos de qualificação e em regramento específico para o segmento de escolas de surf, servindo de base para diversas prefeituras que lançam editais e alvarás para escolas de surf, baseados nas especificações da entidade. A entidade não recebe nunca recebeu dinheiro publico nem privado, e se mantém através dos cursos ministrados, recadastramentos e anuidades das filiadas.

Texto: CRS/Diretor Comunicação e Marketing (A.C.E.S)
Fotos Arquivo ACES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *