Top’s WSL se preparam para o 50º Billabong Pipeline Masters no Havaí

Italo Ferreira começa a defender seu título mundial em Pipelline, Gabriel Medina perdeu a decisão brasileira e tenta o tri em 2021. E a volta do WSL CT Fantasy. Monte o seu time

Kano Ygarashi prepara sua estréia em Pipe. Foto: Cestari/WSL

Restam poucos dias para o início do World Surf League Championship Tour 2021 e o jogo oficial WSL CT Fantasy já está ao vivo. É hora de montar o seu time, pois o Maui Pro apresentado pela Roxy começa nesta sexta-feira e o Billabong Pipeline Masters em memória a Andy Irons apresentado pela Hydro Flask será iniciado no dia 8. Além de novos recursos para a próxima temporada, o WSL CT Fantasy agora combina os times masculino e feminino, então registre-se para escolher seus surfistas e entrar na briga pelos títulos de 2021.

WSL CT Fantasy foi totalmente reformulado. Cadastre-se agora e confira os novos recursos:

– Escolha equipes combinadas: os circuitos masculino e feminino agora estão integrados em um único jogo e você vai escolher os homens e mulheres para cada evento. A estrutura com as duas categorias simplifica a interface do usuário e oferece mais opções de combinação de surfistas aos jogadores, promovendo confrontos cruzados entre as ligas.

– Editar equipes durante o evento: a relação dos surfistas não será mais bloqueada no início dos eventos. Você poderá mudar sua equipe até o final da rodada eliminatória. 

– Marque mais pontos com seu surfista “power”: você agora vai escolher para cada evento um homem e uma mulher para serem o “power surfer”. Quem for escolhido, irá computar o dobro dos pontos conquistados. Este recurso permitirá que você ganhe vantagem com um surfista específico, oferecendo maior diferença entre equipes com escalações semelhantes.

Os jogadores já podem se registrar agora no fantasy.worldsurfleague.com ou no aplicativo grátis da WSL.

O CAMINHO PARA O WSL FINALS COMEÇA AGORA

Ítalo Ferreira vai em busca de mais um título mundial. Foto: Cestari/WSL

Billabong Pipeline Masters em memória a Andy Irons apresentado pela Hydro Flask, vai celebrar a sua quinquagésima edição este ano no maior palco do esporte na ilha de Oahu, no Havaí. Depois de quase um ano do último evento do World Surf League Champioship Tour, os melhores surfistas do mundo estão ansiosos para abrir a temporada em uma das ondas mais desafiadoras do planeta, Banzai Pipeline. 

Os brasileiros vêm se destacando neste lugar mágico do surfe mundial nos últimos anos. Em 2019, o título mundial foi decidido na grande final e o potiguar Italo Ferreira ganhou o seu primeiro troféu de número 1 da World Surf League, impedindo que Gabriel Medina conquistasse um igualmente inédito tricampeonato para o Brasil. Medina fez história ao se tornar o primeiro brasileiro a ser campeão mundial em 2014 e repetiu o título em 2018. 

Os dois prometem lutar etapa por etapa em 2021, mas outros 32 surfistas vão em busca do mesmo objetivo: terminar entre os cinco primeiros no ranking das doze etapas, para decidir o título mundial no WSL Finals, em setembro em Trestles, na Califórnia. Um deles é o onze vezes campeão mundial, Kelly Slater, que vai disputar sua trigésima temporada na elite e adoraria aumentar o seu recorde de sete vitórias em Pipeline. Já o havaiano John John Florence quer o seu primeiro troféu de Pipe Masters para iniciar a busca pelo tricampeonato.

COVID-19 – A World Surf League trabalhou intensamente em colaboração com as autoridades estaduais e municipais para realizar o Pipe Masters como uma produção de filme para a transmissão ao vivo do evento, sem presença de público na praia. Será seguido um protocolo rígido de segurança para evitar o contágio do Covid-19, que inclui testes múltiplos nos atletas, seus acompanhantes e funcionários com pessoal mínimo necessário no local dos eventos, além de medidas de distanciamento físico, verificações de temperatura e desinfecção frequente nas áreas comuns. Esses mesmos protocolos valem para toda a equipe de filmagem no Havaí e foram desenvolvidos usando as melhores práticas e diretrizes da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Centro de Controle para Prevenção de Doenças (CDC), juntamente com especialistas médicos. Além disso, não haverá atividades para o público no Ehukai Beach Park, sem presença de espectadores durante os quatro dias de competição, conforme as diretrizes estabelecidas pela cidade de Honolulu.

“Nós mal podemos esperar pela volta do Championship Tour na próxima semana em Pipeline”, disse Pat O´Connell, vice-presidente sênior de circuitos e eventos da WSL. “Este ano é muito especial para nós, pois será a 50ª. edição do Pipe Masters no North Shore de Oahu, então estamos todos ansiosos. Nós trabalhamos em colaboração com o governo local e as autoridades de saúde pública, e acreditamos fortemente nos protocolos que adotaremos para manter nossos atletas, funcionários e staff local, completamente seguros”.  

Billabong Pipeline Masters em homenagem a Andy Irons apresentado pela Hydro Flask começa no dia 8 e tem prazo até o dia 20 para ser encerrado em Pipeline. A etapa de abertura do World Surf League Championship Tour 2021 será transmitida ao vivo pelo WorldSurfLeague.com, pelo aplicativo grátis da WSL e pelo canal de esportes ESPN no Brasil.

Billabong Pipeline Masters apresentado pela Hydro Flask é a primeira das doze etapas do CT masculino que serão disputadas até agosto de 2021. Os cinco primeiros colocados no ranking e as cinco melhores do feminino, se classificam para disputar os títulos mundiais da temporada no WSL Finals, em um único dia de competição em estilo play-off nas ondas de alta performance de Lower Trestles, no mês de setembro na Califórnia, Estados Unidos. 

Fonte: João Carvalho – WSL Latin America Media Manager

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *