20 de abril de 2024

Dia curto de ação no ISA World Surfing Games 2024

0

França continua a ser a única equipe completa no round principal e leva vantagem antecipada no campeonato, Caitlin Simmers (EUA) e Connor O’Leary (JPN) se redimem na repescagem e performances de destaque de Keoni Lasa (VEN) e Jolaris Carreras (PUR) levam as melhores pontuações desta segunda feira (26)

Caitlin Simmers (USA). Foto: Jersson Barboza

Uma diminuição no swell, combinada com o fortalecimento lento dos ventos alísios, viu o tempo de competições se encurtar para o terceiro dia dos ISA World Surfing Games (WSG) de 2024. A 1ª rodada de repescagem foi concluída nas divisões masculina e feminina em swell de dois a três pés nas ondas de El Pico e Rastrial.

Até agora, um total de 62 surfistas foram eliminados do sorteio inicial de 266 atletas. A França foi a única equipe capaz de se manter intacta na fase principal – outras 22 equipes contaram com eliminações – e todas mantêm a mesma posição número um no ranking.

Ouriço na água: Simmers cai na primeira rodada mas se recupera e O’Leary segue em frente

Depois de espetar um ouriço no pé ao remar para sua bateria da 1ª rodada principal, a atual número 2 do mundo da WSL, Caitlin Simmers (EUA), inesperadamente se viu indo direto para a 1ª rodada de repescagem. Com um dia de recuperação no meio, Simmers recuperada, abriu forte a bateria explodindo seu ataque de backside afiado nas esquerdas de Rastrial para marcar um 8,17 pontos em sua segunda onda, quase dobrando o total de duas ondas de sua bateria de abertura. Seguiram-se 7,50, proporcionando a jovem de 18 anos o segundo maior total de pontos até agora, 15,67.

Enquanto o também surfista da WSL, Connor O’Leary (JPN), não pegou nenhum ouriço, ele foi vítima de poucas ondas em sua bateria e o surfista Gearoid McDaid (IRL) no primeiro dia. O atual número 5 do mundo da WSL conseguiu arriscar com seu agressivo frontside entregando um 8.67 pontos em sua primeira onda. Representando o Japão pela primeira vez na ISA, O’Leary deixou claro que está aqui para deixar sua nação orgulhosa.

Keoni Lasa (VEN) leva o maior somatório do dia

Keoni Lasa, (VNZ). Photo: Sean Evans.

O maior somatório do 3º dia entre os homens foi para Keoni Lasa (VEN), que conseguiu um 8,17 e um 7,17 para um total de 15,34 pontos. O competidor júnior de longa data enfrentou a forte concorrência em sua bateria da Rodada Principal, o bicampeão da WSL Filipe Toledo (BRA), o atleta olímpico Manuel Selman (CHI) e Greyson Grant (SWE) e ficou feliz por poder se apresentar.

Tive uma ótima nota na minha primeira rodada e realmente não surfei como queria“, disse Lasa. “Porque contra esses caras você realmente tem que fazer o seu melhor e acho que eu tive as ondas, mas provavelmente, não surfei tão bem, então foi bom me soltar um pouco na repescagem. Teve um grande momento, então sim, vamos manter para o segundo turno.

Porto Rico segue firme e tem apoio maciço da torcida

Jolari Carreras, Porto Rico. Foto: Jersson Barboza.

Mesmo em uma segunda-feira sob chuva, a comunidade porto-riquenha apareceu com apoio maciço e sua equipe não decepcionou. As duas integrantes da equipe que participaram da 1ª rodada de repescagem, Mia Calderon (PUR) e Jolari Carreras (PUR), tiveram ótimas exibições, com Carreras conquistando a maior pontuação de onda única da divisão feminina, 8,67. Mostrando sua poderosa abordagem de frontside nas esquerdas de Rastrial, a jovem de 25 anos se emocionou ao conquistar uma grande vitória para os locais.

Foi ótimo pegar essa onda“, disse Carreras. “A energia das pessoas é muito boa, super especial. Você sente isso em todos os lugares e eu sou super grata.” A competição será retomada às 8h desta terça feira com a Rodada 2 de Repescagem masculina em Rastrial e a Rodada 2 de Repescagem feminina em El Pico.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *