23 de fevereiro de 2024

Fora Cattalini emite comunicado após reunião

0

No final da noite desta sexta feira (18), o movimento Fora Cattalini emitiu nota em sua página nas redes sociais após reunião entre seus representantes

Em meio a já turbulenta intenção em novamente tentar se estabelecer no município de Imbituba (SC), a empresa paranaense Cattalini Terminais Marítimos vem recebendo nas últimas semanas apoio de uma parcela da população e contrariedade de outra, principalmente, nas redes sociais.

Segundo integrantes do movimento, a falta de informações sobre o verdadeiro problema, que pode vir a se estabelecer na cidade em breve, vai muito além de questões como segurança e tecnologia de ponta, como afirma a empresa paranaense em sua divulgação, e que está estabelecida no município de Paranaguá.

Em 2016 o município de Imbituba aprovou a Lei Complementar nº 4752/2016, que proíbe a instalação de empresas que estoquem e/ou movimentem granéis líquidos na cidade.

Comunicado após reunião com dezenas de participantes

Na noite desta sexta feira (18), integrantes do Fora Cattalini se reuniram no centro de Imbituba pela primeira vez desde 2016, para discutir ações e tirar duvidas da apoiadores do movimento que estavam presentes. Logo após a reunião, o grupo emitiu nota via redes sociais, e já avisou que várias ações estão sendo preparadas para esclarecer toda a população.

Segue abaixo o comunicado do Movimento Fora Cattalini:

“Comunicado #Foracattalini

Hoje, 18/10/2019, nas dependências do Imbituba Atlético Clube, no centro de Imbituba,  aconteceu a primeira reunião deste novo momento que, infelizmente, a cidade volta a enfrentar. Apesar da grande movimentação popular de anos anteriores – em 2016 -, e a massiva expressão da vontade do povo Imbitubense, inclusive reiterando a história da extinta e famigerada ICC, parece que algumas pessoas não entenderam ou não respeitam a vontade da maioria.

Estavam presentes dezenas de cidadãos, como membros e/ou representantes de 15 instituições sociais, civis e ambientais. Por isso, o movimento #Foracattalini voltou a atuar, agora e principalmente, no trabalho de conscientização e respeito às leis já existentes na cidade, que proíbem a instalação desse tipo de empreendimento, tão nocivo e danoso a população e seu frágil ambiente.

Diferentemente de alguns movimentos que estão surgindo a favor da vinda desta empresa, através de campanhas muito bem pagas, diga-se de passagem, feitas por empresas milionárias e ‘especializadas em gerenciamento de crises e mediação de conflitos’, somos um movimento orgânico, apartidário, mantido através de doações espontâneas e muita força de vontade, formado por cidadãos de diversas classes, religiões, dos mais diversos bairros, e até mesmo de outros municípios, bem como de diferentes setores da economia local.

Somos a favor da geração de emprego e renda, principalmente, através do desenvolvimento sustentável de setores estratégicos para o município como portuário, turismo, pesca, comércio, relações internacionais, comércio exterior, náutico, construção civil, imobiliário, indústria de transformação, tecnologia, e até mesmo da energia renovável.

Não podemos crer ou aceitar que uma única empresa inviabilize a permanência das empresas portuárias e a vinda de novos negócios para o nosso privilegiado Porto. Imbituba é rica por natureza, de exuberante potencial turístico e social, e com muitas opções de desenvolvimento, bastando apenas vontade de nossos administradores em buscar tais opções.

Contamos com o espontâneo apoio, entendimento através da busca de informações pertinentes e engajamento de todos nesta causa.

Por uma Imbituba limpa, segura e próspera!

Fora Cattalini”

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *