14 de junho de 2024

Jaguaruna conquista titulo de Capital Nacional da Maior Onda do Brasil

0

“Após mais de 20 anos de trabalho, finalmente a Laje da Jagua está tendo o reconhecimento que sempre mereceu”, comemora Thiago ‘Jacaré’, Presidente da Associação de Tow-in de Jaguaruna (ATOW-INJ) e membro da equipe ‘Jagua Boys’

André Paulista. Laja de Jagua. Foto: Luis Reis/Jaguaboys

 A ‘Laje da Jagua’ é uma bancada de pedras localizada a aproximadamente cinco quilômetros da costa de Jaguaruna, no litoral sul de Santa Catarina. A ondulação que se aproxima da costa, vagando a uma profundidade de 40 metros, aproximadamente, encontra rapidamente uma bancada de pedras com 2 metros de profundidade e acabam formando energia suficiente para que ondas perfeitas e gigantes quebrem sobre a laje,, abrindo para os dois lados.

Fundada em 2003, sob comando do lendário big rider Zeca Scheffer, a ATOW-INJ – Associçaão de Town in da Laje de Jaguaruna – somou forças nos últimos anos aos membros do movimento Big Waves Brasil (BWB) para organizar, desenvolver e consolidar o trabalho na ‘Laje da Jagua’, e esta união tem dado resultado.

Um dos tantos projetos, era o de provar e gerar o reconhecimento de que a ‘Laje da Jagua’ era de fato a maior onda do Brasil. A ATOW-INJ e a BWB buscaram, então, apoio político local junto ao Vereador de Jaguaruna Rogemar Pereira de Souza e ao político lagunense Preto Crippa, para entender melhor como funcionava o trâmite para a conquista de um Título Nacional Oficial.

Documento foi apresentado em Brasília (DF) com medições e comprovações feitas por oceanógrafo

Com base na orientação recebida, a ATOW-INJ e a BWB elaboraram um documento com um apanhado de matérias de imprensa falando sobre a ‘Laje da Jagua’, e com relatos dos mais importantes atletas de Surf de Ondas Grandes do Brasil, com o objetivo de municiar Preto Crippa para conduzir este processo junto aos parceiros políticos nos quais ele mais confiava. Foi então, que surgiu o nome da Deputada Federal Ângela Amin, que apresentou a proposta aos demais colegas e elaborou um Projeto de Lei para pleitear pelo Título.

Após uma consulta legislativa, foram solicitadas maiores provas técnicas de que as maiores ondas do Brasil quebravam na ‘Laje da Jagua’. Foi então que o Oceanógrafo PhD, Douglas Nemes, foi procurado pela BWB. Douglas é especialista em medição de ondas, já tendo trabalhado para os mais importantes eventos de ondas grandes do mundo. 

O Dr. Douglas propôs um estudo nacional para realizar comparativos de imagens e o estudo de potencial dos picos (profundidade, posicionamento, bancadas, correntes marítimas, etc…). A conclusão de Douglas é de que, na Laje da Jagua, ocorreram as maiores ondas já registradas no Brasil, sendo que a maior representava 14,18 metros, e que dependendo da ondulação e das condições meteorológicas a ‘Laje da Jagua’ pode oferecer ondas com, algo entorno de, 25 metros de altura (atual recorde mundial Guinness Book é 26,21 metros em Nazaré Portugal).

Cabe destacar que esta medição se deu em 2022, antes de registrarmos este último swell surfado no dia 02 de abril, que deixou o Brasil inteiro surpreso com o potencial da onda e que pode ter gerado novos recordes brasileiros, alerta o membro da equipe Jagua Boys, André Teixeira, conhecido como André

Paulista.

Prefeitura de Jaguaruna abraçou a ideia desde o início

Fabiano Tissot, Laje da Jagua. Foto: Luiz Reis/Jaguaboys.
Fabiano Tissot, Laje da Jagua. Foto: Luiz Reis/Jaguaboys.

 O estudo feito por. Douglas Nemes foi custeado pela Prefeitura Municipal de Jaguaruna, que abraçou a ideia desde o início, e se propôs em ajudar no que fosse necessário. A Prefeitura de Jaguaruna nos últimos anos finalmente tem dado atenção aos projetos da ATOW-INJ, e vem muito mais coisa boa por aí, alerta Thiago Jacaré.

 O Projeto de Lei nº 1960/2022, articulado por Preto Cripa e elaborado e protocolado no ano passado pela Deputada Ângela Amin, ganhou como Relator em 2023, o Deputado Daniel Freitas, que por coincidência é surfista e entende a importância da ‘Laje da Jagua’ para o surf, para Jaguaruna, para Santa Catarina e para o Brasil.

 Neste dia 24 de maio o Relator Deputado Daniel Freitas aprovou na Comissão de Esportes o Projeto de Lei, concedendo oficialmente o Título Nacional de Capital Nacional da Maior Onda do Brasil ao município de Jaguaruna/SC.

Este título vem em um momento muito importante para a ATOW-INJ e para a ‘Laje da Jagua’, pois o Governo do Estado de Santa Catarina acabou de abraçar também os projetos relacionados à Laje da Jagua, inclusive, está em planejamento para os próximos dias a assinatura de um Termo de Compromisso entre a ATOW-INJ, a Prefeitura de Jaguaruna e o Governo de Santa Catarina para trabalharem juntos estes projetos. 

“Temos que agradecer ao Secretário da Casa Civil Estêner Soratto, ao Secretário de Turismo Evandro Neiva e ao Presidente da FESPORTE Paulo André Jukoski da Silva, que estão fazendo uma força tarefa, somando forças entre as secretarias para tudo isso acontecer”, finaliza Thiago Jacaré.

“Cidades Irmãs’: E vem mais novidade por ai

Outro projeto importante da ATOW-INJ junto à BWB e a outros parceiros, e que está em andamento com o apoio da Prefeitura de Jaguaruna e do Governo do Estado, é um convênio de Cidades Irmãs entre a cidade da maior onda do Brasil (Laje da Jagua) e a maior onda do mundo (Nazaré, Portugal). A expectativa é que este convênio beneficie as duas cidades, que possuem muito mais características em comum do que o tamanho das ondas.

Fotos: Luiz Reis.

Fonte: Jaguaboys

Atletas: Thiago ‘Jacaré’; Rodrigo ‘Pedra’ Dornelles; André ‘Paulista’; Fabiano Tissot; João Paiva.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *