19 de junho de 2024

João Chianca vai reforçar a seleção brasileira da WSL em El Salvador

0

Chumbinho recebeu um convite da World Surf League, Italo Ferreira defende vaga entre os top-5 do ranking, ele e Gabriel Medina vão estrear na mesma bateria e o prazo desta sétima etapa do CT começa quinta-feira (06)

João Chumbinho competindo nas direitas de El Salvador no ano passado. Foto: @WSL/Aaron Hughes.

A seleção brasileira terá o reforço de João Chianca no Surf City El Salvador Pro apresentado por Corona, que começa nesta quinta-feira nas direitas de Punta Roca, em La Libertad. A primeira chamada será às 7h00 em El Salvador, 10h00 no fuso horário de Brasília. Chumbinho foi um dos convidados para participar da sétima etapa do World Surf League (WSL) Championship Tour (CT) 2024 na América Central. É a última parada antes do Vivo Rio Pro apresentado por Corona em Saquarema, que será realizada entre os dias 22 e 30 de junho na Praia de Itaúna, o Maracanã do surfe brasileiro.

João Chumbinho também vai competir como convidado da etapa brasileira do CT na sua casa, pois ele mora em Saquarema, na Capital Nacional do Surf na Região dos Lagos do Rio de Janeiro. Estes dois eventos da América Latina serão os últimos antes da parada para os Jogos Olímpicos de Paris 2024. Chumbinho é um dos representantes do Brasil na disputa por medalhas nos tubos de Teahupo´o, no Taiti. Os outros são os campeões mundiais Filipe ToledoGabriel Medina e o time feminino terá Tatiana Weston-WebbLuana Silva e a atual campeã sul-americana da World Surf League, Tainá Hinckel.

Tatiana Weston-Webb é a única competidora do Brasil em El Salvador. Foto: @WSL/Aaron Hughes.

Com o reforço de João Chianca, cinco surfistas do Brasil vão participar do Surf City El Salvador Pro. Se o evento for iniciado pela competição masculina, Chumbinho será o primeiro a estrear nas direitas de Punta Roca. Ele foi escalado na terceira bateria, com o australiano Ryan Callinan e o finalista nas duas edições da etapa de El Salvador, Griffin Colapinto. As duas decisões foram contra o atual campeão mundial Filipe Toledo, que venceu a primeira em 2022 e perdeu a do ano passado para o californiano.

Será a primeira bateria do Chumbinho no CT, depois de se tornar o quarto melhor surfista do mundo em 2023. No final do ano, ele acabou sofrendo um acidente enquanto treinava nos tubos de Pipeline e só voltou a competir na abertura do Challenger Series 2024, na Gold Coast, Austrália. No ano passado, ele participou da segunda edição do Surf City El Salvador Pro e terminou em nono lugar, perdendo para o havaiano Ian Gentil nas oitavas de final.

Italo Ferreira no cenário paradisíaca de Punta Roca no ano passado. Foto: @WSL/Beatriz Ryder.

Após a reestreia do João Chianca, na quinta bateria tem uma participação dupla do Brasil com os campeões mundiais Gabriel Medina e Italo Ferreira. No ano passado, eles também estrearam na mesma bateria e o Italo venceu. O campeão olímpico vem embalado da vitória espetacular nos tubos épicos de Teahupo´o, com John John Florence impedindo uma final brasileira ao barrar Gabriel Medina nas semifinais. Italo Medina vão enfrentar o italiano Leonardo Fioravanti e o vencedor passa direto para as oitavas de final, mas os outros têm uma segunda chance de classificação na repescagem.

Com o título no Taiti, Italo Ferreira assumiu a quinta posição no ranking da World Surf League e é o primeiro brasileiro a aparecer nos top-5 esse ano, grupo que vai disputar o título mundial da temporada no Lexus WSL Finals, nas ondas de alta performance de Lower Trestles, em San Clemente, na Califórnia, Estados Unidos. Com a terceira posição em Teahupo´o, Medina subiu do 19.o para o 12.o lugar no ranking, mas precisa chegar nas semifinais de novo em El Salvador, para ingressar na lista dos top-5.

Gabriel Medina competindo no Surf City El Salvador Pro do ano passado. Foto: @WSL/Aaron Hughes.

Depois tem Yago Dora fechando a participação brasileira na rodada inicial do Surf City El Salvador Pro. Ele vai disputar a última classificação direta para as oitavas de final, com o havaiano Barron Mamiya e o californiano Cole Houshmand. Na categoria feminina, as vencedoras das baterias da primeira fase, já avançam para as quartas de final e as outras duas vão para a repescagem. Tatiana Weston-Webb está escalada na terceira bateria, com as norte-americanas Caitlin Simmers e Lakey Peterson.

PRIMEIRA FASE DO SURF CITY EL SALVADOR PRO:

CATEGORIA MASCULINA – 1.o=Oitavas de Final / 2.o e 3.o=Repescagem:
1.a: Ethan Ewing (AUS), Rio Waida (IDN), Matthew McGillvray (AFR)
2.a: Jack Robinson (AUS), Crosby Colapinto (EUA), Connor O’Leary (JPN)
3.a: Griffin Colapinto (EUA), Ryan Callinan (AUS), João Chianca (BRA)
4.a: John John Florence (HAV), Liam O’Brien (AUS), Bryan Perez (SLV)
5.a: Italo Ferreira (BRA), Gabriel Medina (BRA), Leonardo Fioravanti (ITA)
6.a: Jordy Smith (AFR), Ramzi Boukhaim (MAR), Seth Moniz (HAV)
7.a: Jake Marshall (EUA), Kanoa Igarashi (JPN), Imaikalani deVault (HAV)
8.a: Barron Mamiya (HAV), Cole Houshmand (EUA), Yago Dora (BRA)

CATEGORIA FEMININA – 1.a=Quartas de Final / 2.a e 3.a=Repescagem:
1.a: Johanne Defay (FRA), Caroline Marks (EUA), Tyler Wright (AUS)
2.a: Brisa Hennessy (CRC), Bettylou Sakura Johnson (HAV), Leilani McGonagle (CRC)
3.a: Caitlin Simmers (EUA), Tatiana Weston-Webb (BRA), Lakey Peterson (EUA)
4.a: Molly Picklum (AUS), Gabriela Bryan (HAV), Sawyer Lindblad (EUA)

RANKINGS DA WORLD SURF LEAGUE – 6 etapas:

TOP-20 DA CATEGORIA MASCULINA:
1.o- John John Florence (HAV) – 31.465 pontos
2.o- Griffin Colapinto (EUA) – 27.195
3.o- Jack Robinson (AUS) – 25.980
4.o- Ethan Ewing (AUS) – 23.930
5.o- Italo Ferreira (BRA) – 22.715
6.o- Jordy Smith (AFR) – 20.225
7.o- Jake Marshall (EUA) – 19.450
8.o- Barron Mamiya (HAV) – 19.300
9.o- Cole Houshmand (EUA) – 19.300
10.o- Kanoa Igarashi (JPN) – 19.090
11.o- Ramzi Boukhiam (MAR) – 18.800
12.o- Gabriel Medina (BRA) – 18.150
13.o- Rio Waida (IDN) – 17.735
14.o- Crosby Colapinto (EUA) – 17.375
15.o- Ryan Callinan (AUS) – 16.810
16.o- Liam O´Brien (AUS) – 16.035
17.o- Yago Dora (BRA) – 16.035
18.o- Imaikalani deVault (HAV) – 15.470
19.o- Seth Moniz (HAV) – 14.820
20.o- Leonardo Fioravanti (ITA) – 13.480

TOP-10 DA CATEGORIA FEMININA:
1.a- Brisa Hennessy (CRC) – 32.140 pontos
2.a- Caitlin Simmers (EUA) – 32.100
3.a- Molly Picklum (AUS) – 29.900
4.a- Johanne Defay (FRA) – 29.900
5.a- Caroline Marks (EUA) – 27.745
6.a- Gabriela Bryan (HAV) – 24.710
7.a- Tatiana Weston-Webb (BRA) – 24.270
8.a- Bettylou Sakura Johnson (HAV) – 23.850
9.a- Tyler Wright (AUS) – 23.850
10.a- Sawyer Lindblad (EUA) – 22.510

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *