24 de julho de 2024

Pela primeira vez na história três brasileiros ocupam o topo do ranking mundial

0

Após quatro etapas do World Surf League Championship Tour, Gabriel Medina está em 1º, seguido de Ítalo Ferreira e Filipe Toledo, e Tatiana Weston-Webb é a vice-líder do feminino. A próxima começa domingo na Austrália, noite do sábado no Brasi

Os campeões mundiais Italo Ferreira e Gabriel Medina decidiram o título na etapa que abriu a perna australiana em Newcastle Foto: Matt Dunbar/WSL

O feito inédito conquistado pelos atletas brasileiros no World Surf League Championship Tour 2021 comprova que o domínio verde-amarelo tem imperado, com três vitórias consecutivas nas três etapas da perna australiana, já disputadas.

No atual ranking, os Top 3 são Gabriel Medina, líder do campeonato, seguido por Ítalo Ferreira e, com a vitória no última segunda-feira (10), Filipe Toledo subiu para a terceira colocação. É a primeira vez na história das modalidades esportivas individuais, que o Brasil ocupa as três primeiras posições do ranking mundial.

Vale destacar a performance impecável da gaúcha Tatiana Weston-Webb, que está na vice-liderança no ranking das quatros primeiras etapas desta temporada. Desde que a seleção brasileira chegou à Austrália, em março, com doze atletas da elite mundial – onze do masculino e uma do feminino – para uma agenda repleta de quatro eventos seguidos (abril e maio), só tem dado Brasil no pódio. 

“É um feito histórico que deve ser celebrado por todos os brasileiros e que serve de inspiração para as novas gerações do surfe nacional, não é todo ano que temos três representantes de um mesmo país no topo de um esporte competitivo de alto rendimento”, afirma Ivan Martinho, CEO da WSL Latin America.

Tatiana Weston-Webb e Filipe Toledo campeões do Boost Mobile Margaret River Pro apresentado pela Corona Crédito Cait Miers/WSL

Uma coisa é certa, os brasileiros vão voltar com bagagem extra da Austrália, com os troféus que têm conquistado. Tudo começou na 2ª etapa – Rip Curl Newcastle Cup apresentado pela Corona – quando o atual campeão mundial, Ítalo Ferreira levou a melhor na final verde-amarela com Gabriel Medina, depois de passar por Filipe Toledo nas semifinais.
 
No Rip Curl Narrabeen Classic apresentado pela Corona, em Sidney, foi a vez de Medina levantar o troféu de campeão e tirar a liderança do ranking de Ítalo Ferreira, com Tatiana Weston-Webb sendo vice-campeã na final feminina. Já no Boost Mobile Margaret River Pro apresentado pela Corona, a festa foi completa com uma dobradinha brasileira no alto do pódio. Filipe Toledo venceu a final desta 4ª etapa com Jordy Smith e Tatiana derrotou a heptacampeã mundial Stephanie Gilmore.

As competições não param e os atletas já estão na ilha de Rottnest, em West Australia, para a 5ª etapa do Tour, o Rip Curl Rottnest Search apresentado pela Corona, que tem início neste domingo (16), noite de sábado no Brasil. A etapa, que fecha a “perna australiana”, tem prazo até 26 de maio. As transmissões acontecem, ao vivo, pelo www.worldsurfleague.com, pelo Youtube e aplicativo da WSL e pelos canais da ESPN Brasil.

TOP-10 DO RANKING 2021 DA WORLD SURF LEAGUE – após 4 etapas:
1.o- Gabriel Medina (BRA) – 28.920 pontos
2.o- Italo Ferreira (BRA) – 24.150
3.o- Filipe Toledo (BRA) – 20.735
4.o- John John Florence (EUA) – 19.395
5.o- Jordy Smith (AFR) – 19.185
6.o- Griffin Colapinto (EUA) – 16.820
7.o- Kanoa Igarashi (JPN) – 16.130
8.o- Ryan Callinan (AUS) – 14.140
8.o- Conner Coffin (EUA) – 14.140
10.o- Frederico Morais (PRT) – 14.055
———–outros brasileiros:
12.o- Caio Ibelli (BRA) – 11.290 pontos
13.o- Yago Dora (BRA) – 10.725
15.o- Jadson André (BRA) – 10.225
17.o- Peterson Crisanto (BRA) – 9.300
20.o- Deivid Silva (BRA) – 8.735
23.o- Adriano de Souza (BRA) – 7.670
25.o- Miguel Pupo (BRA) – 7.310
31.o- Alex Ribeiro (BRA) – 4.255

TOP-10 DO RANKING FEMININO DA WORLD SURF LEAGUE:
1.a- Carissa Moore (EUA) – 29.970 pontos
2.a- Tatiana Weston-Webb (BRA) – 26.495
3.a- Stephanie Gilmore (AUS) – 22.035
4.a- Caroline Marks (EUA) – 21.305
5.a- Tyler Wright (AUS) – 19.965
6.a- Sally Fitzgibbons (AUS) – 18.185
7.a- Johanne Defay (FRA) – 16.845
8.a- Isabella Nichols (AUS) – 16.200
9.a- Courtney Conlogue (EUA) – 14.485
9.a- Bronte Macaulay (AUS) – 14.485
9.a- Keely Andrew (AUS) – 14.485

Fonte: João Carvalho – WSL Latin America Media Manager

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *