Lenda fantasma: Neco Padaratz, rouba a cena no QS 1000 de Morro Bay (EUA)

Catarinense foi ao evento como técnico do seu filho, Niccolas Padaratz, que também disputa o QS 1000 de Morro Bay, Califórnia (EUA), mas, uma brecha entre os pré-classificados que não apareceram na 3ª fase do evento, jogou no colo de Neco a possibilidade de disputar novamente uma etapa da WSL

Neco Padaratz. Foto: Andrew Nichols/WSL

Na planilha de baterias da transmissão ao vivo do terceiro round do QS 1000 pontos da World Surf League (WSL) nos Estados Unidos, o SLO CAL Open, na praia de Morro Bay, Califórnia (EUA), a ausência de atletas pré-classificados pelo seeding do ranking mundial, jogou no colo de um catarinense Bi-Campeão Mundial de Surf, Neco Padaratz, hoje aposentado das competições, aos 43 anos , a possibilidade de disputar novamente uma etapa do World Tour.

Neco chegou ao evento, acompanhando como técnico de seu filho, Niccolas Padaratz, e roubou a cena ao ser confirmado como possibilidade para preencher uma vaga na bateria que apenas um atleta estava compondo, o norte americano, Luke Wyler. “Eles anunciaram o nome de Neco e eu pensei, ‘Não é possível!!’. Sempre o conheci e o admirei. então foi muito legal te-lo na bateria“, confessa Luke. Os dois se classificaram.

A lenda fantasma. Neco Padaratz, classificado para a quarta fase no QS1000 de Morro Bay, não aparece na lista de baterias do evento.

Assim como seu filho – classificado também -, Neco agora disputa a quarta fase do evento – primeira bateria do round 4 -, mas, na planilha de baterias seu nome não aparece. Um ‘fantasma’ dentro da transmissão de baterias da WSL. O evento está sendo transmitido ao vivo pelo direto de Morro Bay – clicando aqui.

Veja a entrevista com Neco Padaratz no QS1000 de Morro Bay, Califórnia, clicando aqui.

A façanha de Neco Padaratz

O brasileiro Neco Padaratz conquistou o bicampeonato do WQS em 2004, a divisão de acesso do surfe mundial. Ele foi eliminado nas quartas-de-final da etapa de Sunset Beach, no Havaí, mas foi o suficiente para garantir o título inédito – é o único a conseguir ser campeão em dois anos consecutivos. O vencedor da etapa de Sunset Beach, a última da temporada, foi o norte-americano Andy Irons, que já tinha garantido o título de 2004 no WCT, a primeira divisão do surfe mundial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *