25 de junho de 2024

LKB Osório (RS) na Fazenda Mais Kite. Foto: LKB Content

Muita gente quer saber como aprender o Kitesurf, um esporte que está conquistando cada vez mais novos praticantes e crescendo onde quer que haja vento. 

Como todo o esporte, para aprender, tem que praticar. Mas algumas dicas podem ajudar a nortear, incentivar e derrubar falsas ideias sobre o Kite. Confira algumas dicas importantes

Requisitos básicos  

1. Sentir-se à vontade na água e na natureza. Saber nadar! 

2. Tomar a decisão de aprender o Kitesurf e seguir em frente. O aprendizado é sempre um processo, com algumas fases mais fáceis e outras mais difíceis. 

3. Preze, SEMPRE, pela sua segurança. Busque uma escola com uma metodologia de ensino credenciada e que trabalhe com responsabilidade. (ABK e/ou IKO). 

(Marcelo Gervini, vice-presidente e diretor técnico da ABK explicando sobre o esporte / LKB content)

Dúvidas frequentes 

1. É perigoso praticar kitesurf?  

O kite é um esporte radical e, como todos, riscos existem. Mas a metodologia de ensino e prática existe para minimizar eventuais problemas.

2. Quanto tempo para aprender Kitesurf? 

O tempo de aprendizado é muito relativo! As aulas são contabilizadas em horas/aula e a maioria das escolas costumam oferecer pacotes. Entre 10h e 15h de aula você, provavelmente, terá um conhecimento interessante, mas não significa independência.

3. Preciso de muito preparo físico ou força? 

Aptidão esportiva em geral costuma ajudar no progresso. Mas todos que, efetivamente, quiserem aprender podem se tornar velejadores.

Resumo da metodologia de ensino 

Teoria e prática caminham juntas durante o processo e as aulas. As explicações, diálogos e exercícios utilizados são fundamentais para a segurança de todos. 

1. Condições e tipos de vento, meteorologia básica e assentamento do local de prática.  
2. Explicação técnica de janelas de vento e funcionamento da pipa. 
3. Kite Training: um pequeno kite para entendimento de janela de vento e comandos. 
4. Apresentação do equipamento e set up (montagem) da maneira correta e segura. 
5. Sistemas de segurança do equipamento e como utilizá-los. 
6. Kite Control: controle da pipa. 
7. Body Drag: exercício de comandos na água (sem prancha). 
8. Técnicas de auto resgate (muito importante!) e regras de navegação. 
9. Water Start: teoria e técnicas práticas para os primeiros bordos na prancha. 
10. Bordos nas duas janelas sentido downwind (vento de popa). 
11. Correção de postura e aprimoramento do uso da vela e prancha. 
12. Técnicas para Upwind (contra vento). 

O mais importante durante todo o processo, da decisão à prática do esporte, é ser responsável e considerar sempre um velejo consciente. Isso garante a diversão de todos, dentro e fora da água!  

Quer mais motivos para aprender o Kitesurf?! Confere AQUI

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *