10 de julho de 2024

Confira as estatísticas do CBSurf Big Wave 2024

0

As maiores notas, as maiores pontuações, os maiores somatórios e tudo mais que transformou a disputa na praia do Cardoso, em Laguna, num evento épico em sua primeira edição

Catarinense, Uxa Zucareli, ficou com o Vice Campeonato no Cardoso. Foto: Cristian Jung

A Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) passou por uma reformulação administrativa a partir de 2022, encabeçada pelo Presidente Teco Padaratz e pelo Vice Paulo Moura. Esta reformulação abrangeu diversos aspectos e diversas modalidades, inclusive o Surf de Ondas Grandes

Em 2022 foi criada uma Coordenação de Surf de Ondas Grandes na CBSurf, incumbindo o big rider Thiago ‘Jacaré’ para assumir a pasta. Jacaré trabalha com eventos de Surf de Ondas Grandes na maior onda do Brasil (Laje da Jagua) desde 2005 e foi um dos idealizadores do Movimento Big Waves Brasil, que desde 2015 tem buscado organizar e desenvolver a modalidade, realizando eventos, propondo políticas públicas e auxiliando no desenvolvimento de equipamentos e produtos para big riders e simpatizantes.

Lapo Coutinho botando pra baixo em Laguna. Foto: Cristian Jung.

Os eventos desenvolvidos desde 2015 na praia do Cardoso, em parceria entre o Movimento Big Waves Brasil (BWB), a Associação de Surf e Tow-in do Farol de Santa Marta (ASTFSM) e a Federação Catarinense de Surf (FECASURF), agora ganharam o grande reforço da CBSurf, que já chegou concedendo o status de oficializar os vencedores da competição como os primeiros Campeões Brasileiros de Surf de Ondas Grandes da história nacional, tanto na categoria Masculina como na Feminina (devido ao patrocínio da Refix).

Outra parceria firmada pelo Movimento BWB foi com o evento mundial BIG WAVE ALLIANCE, criado por Gary Linden (criador do antigo Circuito Mundial Big Wave Surf Tour), com o objetivo de voltar a coroar os Campeões Mundiais da modalidade a partir de 2025. Os primeiros colocados dos principais eventos realizados nos melhores picos de big surf do mundo ganharão vaga para disputar este evento mundial e poderão se consagrar Campeão Mundial. O CBSURF BIG WAVE MORMAII está sendo o primeiro evento do mundo a classificar atletas para esta disputa mundial em 2025.

Praia do Cardoso, Laguna (SC), Foto: Cristian Jung.

A realização CBSurf big Wave mormaii 2024 se deu graças ao patrocínio master do Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense de Esporte (FESPORTE), e da Prefeitura de Laguna, por meio da Secretaria Municipal de Lazer e Turismo, além do apoio em massa da iniciativa privada regional e da Refix (empresa internacional de bebidas, que chegará no Brasil em 2025).

Diante de todo este panorama, alguns dos melhores atletas da modalidade desembarcaram na praia do Cardoso, no Farol de Santa Marta, em Laguna (SC), em uma das maiores ondulações da temporada para buscar este título e entrar para a história do Surf Brasileiro de Ondas Grandes. O cenário foi de show de big surf.

Mauro Rabelé (a direita na foto) junto ao staff técnico de julgamento do evento em Laguna. Foto: Cristian Jung.

Para julgar esta importante competição, Mauro Rabellé (Diretor Técnico da CBSurf) e Jordão Bailo Júnior (Diretor de Curso de Juiz da CBSurf) foram escalados para coordenar uma equipe de 7 Juízes e 4 Spotters, muitos com experiências prévias em eventos de Ondas Grandes no Cardoso.

As ondas surfadas na competição foram classificadas pelos juízes em escalas e então atribuídas notas para elas (tabelas 1 e 2). Avançavam para a próxima fase da competição os 50% dos atletas que possuíam os maiores somatórios, considerando a maior nota duplicada + a segunda nota (tabelas 3 e 4).

Marco Polo botando pra baixo em uma enorme onda no Cardoso. Foto: Cristian Jung.

Uma competição tão acirrada apresenta uma série de curiosidades competitivas, que podemos realizar análises por meio dos dados gerados pelo Sistema de Notas Computadorizadas.

Tabela 1. Escala de qualidade das notas na categoria Masculina (7 baterias)

ESCALANº DE NOTASPERCENTUAL
Ruim (0,0 a 1,9)157,85%
Regular (2,0 a 4,9)3317,28%
Boa (5,0 a 6,4)7539,27%
Muito Boa (6,5 a 7,9)6131,94%
Excelente (8,0 a 10,0)73,66%
Total191100%

Tabela 2. Escala de qualidade das notas na categoria Feminina (1 bateria)

ESCALANº DE NOTASPERCENTUAL
Ruim (0,0 a 1,9)516,67%
Regular (2,0 a 4,9)310,00%
Boa (5,0 a 6,4)1033,33%
Muito Boa (6,5 a 7,9)826,67%
Excelente (8,0 a 10,0)413,33%
Total30100%

Tabela 3. Seis maiores notas da competição

Carlos Henrique Guimaraes logo após conseguir a maior nota do evento. Foto: Cristian Jung.
MAIORES NOTAS DA COMPETIÇÃOMAIORES NOTAS MASCULINASMAIORES NOTAS FEMININAS
Carlos Henrique (SC): 9,00Carlos Henrique (SC): 9,00Uxa Zucareli (SC): 8,27
Caio Vaz (RJ): 8,33Caio Vaz (RJ): 8,33Michelle Des Bouillons (RJ): 8,23
Uxa Zucareli (SC): 8,27Lucas Chumbo (RJ): 8,07Catarina Lorenzo (BA): 7,93
Michelle Des Bouillons (RJ): 8,23Marcos Monteiro (RJ): 8,00Michelle Des Bouillons (RJ): 7.57
Lucas Chumbo (RJ): 8,07Lucas Chumbo (RJ): 7.93Catarina Lorenzo (BA): 6.73
Marcos Monteiro (RJ): 8,00Rafael Becker (SC): 7.83Uxa Zucareli (SC): 6.33

Tabela 4. Seis maiores somatórios da competição

Luca Chumbo sendo ‘tietado’ em Laguna. Foto: Cristian Jung.
MAIORES SOMATÓRIOS DA COMPETIÇÃOMAIORES SOMATÓRIOS MASCULINOSMAIORES SOMATÓRIOS FEMININOS
Lucas Chumbo (RJ): 24.07Lucas Chumbo (RJ): 24.07Michelle Des Bouillons (RJ): 24.03
Michelle Des Bouillons (RJ): 24.03Caio Vaz (RJ): 23.79Uxa Zucareli (SC): 22.87
Caio Vaz (RJ): 23.79Carlos Henrique (SC): 23.37Catarina Lorenzo (BA): 22.59
Carlos Henrique (SC): 23.37Pedro Calado (RJ): 22.01Nicoli Pacelli (SP): 18.36
Uxa Zucareli (SC): 22.87Marcos Monteiro (RJ): 21.53Debora Silveira (RJ): 15.60
Catarina Lorenzo (BA): 22.59Lapo Coutinho (BA): 21.53Michaela Fregonese (PR): 14.83

 A maior onda da competição foi surfada pelo atleta Carlos Henrique (SC) no final da 4ª bateria da 1ª fase da competição. Em um total de 8 baterias no evento, pode-se dizer que a maior onda veio justamente na metade da competição.

Não conseguuiu assistir ao vivo?

Como diferencial, o CBSURF BIG WAVE MORMAII 2024 ofereceu ao espectador duas opções para assistir à competição ao vivo pela internet, cada uma com um estilo próprio e comentários/informações diferentes, porém ambas com time qualificado.

O Movimento BWB, com anuência da CBSurf, fechou uma parceria com a lenda do surf Ícaro Cavalheiro para realizar uma transmissão alternativa da competição em seu canal no YouTube, além da transmissão habitual dos eventos da CBSurf no canal CBSurfPlay.

Esta foi a primeira transmissão de evento com imagem da história do canal de Ícaro Cavalheiro no YouTube, especializado em análise do julgamento das competições de surf.

Foi selecionado um time de peso para realizar a locução web deste evento, em ambos os canais, com lendas do Surf de Ondas Grandes, além de pessoas com amplo conhecimento de toda a história do surf brasileiro e mundial.

Ambas as transmissões ficaram gravadas e disponíveis para assistir em qualquer lugar do mundo, em qualquer dia/horário, por quantas vezes quiser. Confira logo abaixo o link das transmissões e os times de comentaristas de cada uma delas:

COMENTARISTAS: Ricardo Bocão; Saulo Lyra; Álvaro Bacana; Christian Ferro; Eduardo Rosa; Nayalin Feller.

COMENTARISTAS: Ícaro Cavalheiro; Klaus Kaiser; Gary Linden; Yuri Soledade; Neco Padaratz.

QUEM FORAM OS RESPONSÁVEIS PELO EVENTO?

Realização: Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) e Movimento Big Waves Brasil (BWB).

Patrocínios Master: Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense de Esportes (FESPORTE); Prefeitura Municipal de Laguna, por meio da Secretaria de Turismo e lazer; Mormaii.

Patrocínio: Garopaba Surf House; BK Brands; NG86; Surfland Brasil; Mercado Camacho.

Patrocínio da Categoria Feminina: REFIX.

Copatrocínio: Index Krown; Freesurf; Nob; RP JUR Inteligência Jurídica; Satto Surf Co.

Apoiadores: Alaia Surf Shop; Big Rider House; Grud Comunicação Visual; TAC Telecom; Session Store; Suntech; Baiuka Pousada e Restaurante; Cardoso Surf Camping e Pousada; Restaurante Camarú; Posto Amizade; Kamuri Empreendimentos; Auto Posto Farol; Barbearia 1990; Nômade Farol; Waves.

Homologação: Confederação Brasileira de Surf (CBSURF); Federação Catarinense de Surf (FECASURF); Associação de Surf e Tow-in do Farol de Santa Marta (ASTFSM).

Certificação Socioambiental: Selo Evento Sustentável FECASURF; Programa CarbonOk®.

Ação Socioambiental: ProFRANCA – Projeto Franca Austral realizado pelo Instituto Australis; Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos – PMP-BS realizado pela UDESC de Laguna.

FOTOS: Cristian Jung

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *