29 de fevereiro de 2024

Corona Saquarema Pro retorna nesta sexta-feira (20) em Itaúna (RJ)

0

Restam quatro nomes para serem definidos no CT 2024 e Samuel Pupo decide 1 vaga no duelo com Kade Matson. Mateus Herdy e Michael Rodrigues também têm chances e As oitavas de final devem começar às 8h00 na sexta-feira

Mateus Herdy é um dos três brasileiros que ainda disputam vagas no CT 2024 (Crédito da Foto: @WSL / Thiago Diz)

As previsões estão se confirmando e o Corona Saquarema Pro apresentado por Banco do Brasil deve retornar nesta sexta-feira no Maracanã do Surf da Região dos Lagos do Rio de Janeiro. A expectativa é de que os dois últimos dias tenha altas ondas para finalizar o Challenger Series 2023, com séries passando dos 2 metros de altura no sábado na Praia de Itaúna. Só restam definir quatro nomes para o World Surf League (WSL) Championship Tour (CT) 2024, três na categoria masculina e uma na feminina. Entre os sete concorrentes, quatro são do Brasil. Algumas classificações poderão ser decididas já nas oitavas de final, que vão abrir a sexta-feira, às 8h00, ao vivo pelo Sportv e pelo WorldSurfLeague.com. 

A batalha pelas últimas vagas já começa nas primeiras baterias do dia. Para seguir na briga, o australiano Jackson Baker precisa vencer o havaiano Shion Crawford, assim como o brasileiro Mateus Herdy na disputa seguinte, contra o taitiano Mihimana Braye. Outro brasileiro com chance é Michael Rodrigues, que faz um duelo verde-amarelo com Heitor Mueller na quinta bateria. Na sétima, tem o francês Marco Mignot com possibilidades e a última será um confronto direto por vaga, entre Samuel Pupo e o norte-americano Kade Matson. Quem vencer, já estará garantido no CT 2024.

Samuel Pupo vai disputar uma vaga no confronto direto com Kade Matson. Foto: @WSL/Thiago Diz.

Antes disso, Mateus Herdy já poderá até ter festejado classificação no segundo duelo do dia. Isso se ele derrotar Mihimana Braye e Jackson Baker tiver perdido a primeira bateria para Shion Crawford. Se os dois vencerem, se encontrarão nas quartas de final para decidir quem fica com uma vaga, tirando Deivid Silva do G-10, que perdeu na terceira fase e despencou do quinto para o nono lugar no ranking. 

Já Michael Rodrigues, que está em 13.o lugar no ranking, logo abaixo do Mateus Herdy e Jackson Baker, precisa chegar nas semifinais para entrar na lista. Ele poderá ter um confronto direto por um lugar no CT 2024 com o francês Marco Mignot, caso se enfrentem na disputa pela segunda vaga na grande final do Corona Saquarema Pro apresentado por Banco do Brasil. Isso se ambos passarem pelas oitavas de final e também pelas quartas de final. 

Michael Rodrigues também está na briga pelas últimas vagas no CT 2024. Foto: @WSL/Thiago Diz.

No ranking feminino, só resta definir uma vaga no grupo das top-5 que se classificam para o CT. A espanhola Nadia Erostarbe é a única que ainda pode se classificar. Mas, somente com a vitória na etapa brasileira do Challenger Series, ela consegue tirar o quinto lugar da australiana Isabella Nichols. A brasileira Luana Silva também tinha chance de conseguir isso, se chegasse nas semifinais na Praia de Itaúna. Mas, perdeu para a californiana Sawyer Lindblad nas oitavas de final realizadas na terça-feira.

CONFIRMADOS NO CT – De todos os surfistas classificados para o CT 2024 pelo ranking do Challenger Series, apenas três nomes não foram confirmados no Corona Saquarema Pro apresentado por Banco do Brasil, o norte-americano Cole Houshmand e Jacob Willcox e Sally Fitzgibbons, da Austrália. Os resultados da terceira fase na segunda-feira, garantiram as vagas do português Frederico Morais, dos norte-americanos Crosby Colapinto e Jake Marshall e dos havaianos Eli Hanneman e Imaikalani deVault.

Eli Hanneman será um dos estreantes na elite do CT em 2024. Foto: @WSL/Thiago Diz.

No ranking feminino, a primeira a confirmar sua classificação no Brasil foi a australiana India Robinson, que até tirou a liderança de Sally Fitzgibbons ao passar para as quartas de final na terça-feira. Neste dia, mais duas surfistas foram anunciadas oficialmente pela World Surf League, as norte-americanas Sawyer Lindblad e Alyssa Spencer, que defende o título de campeã do Challenger Series de Saquarema e ganhou um confronto direto por vaga, com a australiana Isabella Nichols nas oitavas de final.

O Corona Saquarema Pro apresentado por Banco do Brasil é uma realização da WSL Latin America com patrocínios da Corona, Banco do Brasil, Prefeitura Municipal de Saquarema, Secretaria de Esporte e Lazer do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Vivo, Natura Kaiak, Yeti e TikTok. A competição está sendo transmitida ao vivo pelos canais Sportv e pelo WorldSurfLeague.com e Aplicativo e Canal da WSL no YouTube.

PRÓXIMAS BATERIAS DO CORONA SAQUAREMA PRO:

OITAVAS DE FINAL – 9.o lugar com US$ 2.500 e 3.320 pontos:
1.a: Jackson Baker (AUS) x Shion Crawford (HAV)
2.a: Mateus Herdy (BRA) x Mihimana Braye (TAH)
3.a: Crosby Colapinto (EUA) x Luke Thompson (AFR)
4.a: Imaikalani deVault (HAV) x Nacho Gundesen (ARG)
5.a: Michael Rodrigues (BRA) x Heitor Mueller (BRA)
6.a: Miguel Pupo (BRA) x Eli Hanneman (HAV)
7.a: Frederico Morais (POR) x Marco Mignot (FRA)
8.a: Kade Matson (EUA) x Samuel Pupo (BRA)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com US$ 3.500 e 4.745 pontos:
1.a: Francisca Veselko (POR) x Kirra Pinkerton (EUA)
2.a: Alyssa Spencer (EUA) x Sophie McCulloch (AUS)
3.a: India Robinson (AUS) x Nadia Erostarbe (ESP)
4.a: Sawyer Lindblad (EUA) x Erin Brooks (CAN)

Fonte: João Carvalho – WSL Latin America Media Manager

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *