20 de junho de 2024

Torre de 25 milhões levanta polêmica sobre Olimpíadas em Teahupoo

1

Há anos, uma torre de madeira tem servido como palanque para a comissão técnica nos eventos de surfe em Teahupoo, bem como operadores de câmera. Os defensores argumentam que a nova estrutura é necessária. As Olimpíadas terão uma audiência maior do que os eventos típicos da World Surf League (WSL) e, como relatado pelo The Guardian, “Para as Olimpíadas, a plataforma pode precisar acomodar até 40 pessoas.”

Organizadores das Olimpíadas planejam substituir tradicional torre de madeira em Teahupoo, Tahiti, por estrutura de alumínio estimada em 25 milhões de reais. Foto: WSL

O problema, enfatizam os moradores locais, é que isso poderia potencialmente ameaçar o frágil recife de coral das lagoas.Muitos dos 1.500 residentes locais se manifestaram, chegando ao ponto de organizar uma marcha de protesto da marina até o local. “Esta caminhada pacífica não é contra os Jogos Olímpicos, mas contra a nova torre de julgamento de alumínio que eles querem construir no recife”, protestou o famoso surfista local Matahi Drollet.

Matahi destacou o potencial de danos ao “recife e ao ecossistema inteiro da lagoa em frente à onda… e, no pior cenário, à própria onda de Teahupoo.” O local enfatizou ainda a profunda conexão da comunidade com suas águas: “O oceano e a lagoa são os lugares mais preciosos que temos aqui. É de onde tiramos nossa comida, onde brincamos, onde passamos a maior parte do nosso tempo e onde temos a onda mais perfeita do mundo. É uma herança de nossos ancestrais que precisamos preservar.

Quem também mostrou preocupação com a estrutura do Jogos Olímpicos em Teahupoo foi a presidente da associação de defesa ambiental ‘Vai Ara o Teahupoo’, Cindy Otcenasek. Ela entende que o alojamento proposto de um navio de cruzeiro com 103 cabines para atletas e funcionários “não é a melhor solução – os motores funcionam o dia todo – mas é a que não deixará nenhum traço duradouro em Teahupoo.”

Os organizadores das Olimpíadas de Paris, cientes da atenção global e das preocupações locais, afirmam que a perturbação ambiental será mínima. O site oficial do evento promete que ‘as instalações de sobreposição em pequena escala montadas para os Jogos desaparecerão após a competição.’

Porém, diferentemente de outras estruturas, a torre de julgamento é projetada para permanecer após os Jogos, podendo potencialmente sediar outros eventos significativos de surfe. As disputas de surfe nas Olimpíadas de Paris 2024 ocorrem de 27 a 30 de julho.

Os organizadores das Olimpíadas de Paris 2024 têm planos ambiciosos de substituir essa torre por uma estrutura de andaime de alumínio mais permanente, com um preço exorbitante de 5 milhões de dólares (cerca de 25 milhões de reais).

Fonte: AOS mídia!!

About Author

1 thought on “Torre de 25 milhões levanta polêmica sobre Olimpíadas em Teahupoo

  1. Assim como a WSL , os interesses são muitos em ostentar valores , porém o surf só precisa de uma onda perfeita uma sombra para descansar e água de côco. 25 milhões de reais ajudaria e muito na reconstrução de Maui.☝️

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *