21 de junho de 2024

Polêmica: Vision Surf levanta sérias suspeitas sobre a CBSurf

0

Em edição extra-ordinária, apresentadores do programa Vision Surf, apontam irregularidades nas últimas gestões da Confederação Brasileira de Surf (CBS), possível envolvimento de membros de federações em irregularidades, possíveis assinaturas irregulares em atas e outros documentos da CBS, e questionam contas e membros envolvidos em assembleias da entidade.

Para os apresentadores do programa Vision Surf, do canal de televisão CNT, no Nordeste brasileiro, e canais fechados, Marcos Aurélio e Gaspare Júnior, as diversas irregularidades cometidas pela atual gestão da Confederação Brasileira de Surf (CBS), envolvem possíveis documentações públicas falsas, envolvimento de federações, assinatura de possível contador em mais de um documento ou representação, pagamentos irregulares, contratos mal feitos, entre diversas outras irregularidades.

A apresentação envolve possíveis falsidades ideológicas, desvios de funções, contratos irregulares, e os apresentadores tentaram visitar até mesmo o endereço destacado como sendo da sede da CBS no próprio site da Confederação, em Salvador, na Bahia, e lá encontram irregularidades no local da sede, apontando até mesmo uma possível fralde na locação do imóvel. As irregularidades apontadas envolvem até mesmo a ‘falta de atenção’ do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) aos documentos apresentados pela CBS à entidade.

Segundo a apresentação do programa no canal Youtube, “Envolvida em ações judiciais, a CBSURF entidade representativa do surfe no Brasil, apresenta documentos como Atas de Assembleia, Contrato de Locação e Balanços Patrimoniais com serias irregularidades. A Vision Surf teve acesso a esses documentos que, embora sejam públicos, parecem que jamais foram analisados por alguém fora da entidade, são documentos que denunciam absurdos de uma diretoria que comanda a entidade há uma década, a década perdida do surfe brasileiro, no Brasil“.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *