19 de junho de 2024

Circuito Banco do Brasil de Surfe começa nesta quarta-feira na Praia do Francês

0

Marechal Deodoro recebe a terceira etapa de 2024, a última etapa do QS em Alagoas aconteceu em 1998. Uma triagem com surfistas locais abre o primeiro dia e classificam-se os dois melhores e as duas melhores

O argentino Franco Radziunas foi escalado na primeira bateria do QS 3000. Foto: @WSL/Daniel Smorigo.

O Circuito Banco do Brasil de Surfe abre a sua terceira etapa de 2024 nesta quarta-feira na Praia do Francês, em Marechal Deodoro, no litoral sul de Alagoas. O evento marca o retorno de um dos principais picos de surfe da Região Nordeste, ao calendário da World Surf League depois de 26 anos. As únicas etapas do Qualifying Series em Alagoas, aconteceram na mesma Praia do Francês em 1997 e 1998. Então, a maioria dos surfistas que vão competir nessa semana, não tinha nem nascido ainda. A quarta-feira começa com uma triagem entre locais, valendo as últimas vagas para o primeiro evento com status QS 3000 da temporada 2024/2025 da WSL South America. 

Serão oito alagoanos e seis alagoanas divididos em duas baterias. Os dois e as duas melhores em cada, avançam para a grande final da Triagem. Quem ficar nas duas primeiras posições, ganham a chance de participar do Circuito Banco do Brasil de Surfe pela primeira vez, contra grandes estrelas do surfe brasileiro e sul-americano. “Fã e Apoiador do Surfe Brasileiro” é o slogan do circuito esse ano e esta terceira etapa de 2024, será realizada com patrocínios do Banco do Brasil, da Prefeitura Municipal de Marechal Deodoro e do Governo do Estado de Alagoas, através da Secretaria de Estado de Turismo. A competição será transmitida ao vivo pelo WorldSurfLeague.com.

Vidda Cavalcanti já competiu no Circuito Banco do Brasil em 2022 na Bahia. Foto: @WSL/Daniel Smorigo.

Alguns alagoanos já entrarão direto nas baterias do QS 3000, sem precisar disputar a Triagem, como Amando Tenorio e Vidda Cavalcanti. Estarão competindo nessa semana na Praia do Francês, surfistas que já representaram o Brasil no World Surf League (WSL) Championship Tour (CT), que estão disputando vagas para a elite no Challenger Series esse ano e até quem vai participar das Olimpíadas de Paris no Taiti, como os peruanos Alonso Correa e Sol Aguirre. Na segunda etapa deste ano, Sol bateu os recordes femininos da história do Circuito Banco do Brasil de Surfe iniciada em 2022, com a nota 9,83 e os 18,56 pontos que conseguiu na Praia de Itaúna, em Saquarema (RJ). 

Serão até 80 surfistas na categoria masculina e 30 na feminina, estreando nas ondas da Praia do Francês, famosa por seus tubos e pela força das suas ondas. Todas as participantes foram divididas em oito baterias na primeira fase. A catarinense Laura Raupp está invicta esse ano, com vitórias nas duas etapas do Circuito Banco do Brasil de Surfe, em Torres (RS) e Saquarema (RJ). Ela foi escalada na primeira bateria, com a equatoriana Genesis Garcia e a paulista Kemily SampaioSol Aguirre está na última, com as paulistas Sophia Medina e Sophia Gonçalves.

Laura Raupp está invicta no Circuito Banco do Brasil de Surfe esse ano. Foto: @WSL/Daniel Smorigo.

Já os homens foram separados em duas rodadas. A primeira tem oito baterias de quatro surfistas, com os dois melhores em cada avançando para enfrentar os 48 pré-classificados pelo ranking da World Surf League. Estes vão estrear nos 16 confrontos da segunda fase do Circuito Banco do Brasil de Surfe em Marechal Deodoro. Dois estrangeiros vão competir na primeira bateria do campeonato, o argentino Franco Radziunas, vice-campeão na final com o catarinense Lucas Vicente na segunda etapa em Saquarema (RJ), e o peruano Raul Rios, campeão sul-americano Junior da WSL em 2019.

O campeão e vice da segunda etapa do Circuito Banco do Brasil de Surfe, o QS 5000 Saquarema Surf Festival, Lucas Vicente e Franco Radziunas, lideram o ranking regional da WSL South America, que classifica 7 homens e 3 mulheres para o Challenger Series, circuito de acesso para a elite do World Surf League Championship Tour. O argentino é o único dos top-7 no momento, a entrar na primeira fase na Praia do Francês. Os outros, Lucas Vicente (1.o), Igor Moraes (3.o), Kaue Germano (4.o), Wesley Leite (5.o), Edgard Groggia (6.o) e Rickson Falcão (6.o), estão entre os 48 que estrearão na segunda fase.

Pedro Henrique é um dos ex-tops do CT escalados na primeira fase em Alagoas. Foto: @WSL/Daniel Smorigo.

Outras atrações na rodada inicial, que pode rolar após a Triagem na manhã da quarta-feira, são três surfistas que já fizeram parte da elite mundial da WSL. Wiggolly Dantas foi escalado na segunda bateria, com o alagoano Amando Tenorio. Na sétima, entra Bernardo Pigmeu, que mora em Alagoas e na oitava, que define as duas últimas vagas para a segunda fase, está o também experiente Pedro Henrique, primeiro brasileiro a ganhar o título mundial Junior da WSL, no ano 2.000 no Havaí. E logo na abertura da rodada dos cabeças de chave, estreia o atual campeão sul-americano, Mateus Herdy. Ou seja, é show de surfe garantido a cada bateria nas ondas da Praia do Francês.

ATIVIDADES EXTRAS – Além da competição, o Circuito Banco do Brasil de Surfe sempre realiza outras atividades para o público aproveitar na arena do evento. Na Praia do Francês, serão promovidas ações ambientais e de preservação da Natureza incentivadas pelo escritório da WSL Latin America, bem como espaço kids, escolinhas de surfe e outros esportes de praia, além de ginástica, dança, distribuição de brindes e atividades para todas as idades.

Escolinha de surfe na primeira etapa em Torres (RS) na Praia dos Molhes. Foto: @WSL/Daniel Smorigo.

Outra atração implantada nas etapas do Circuito Banco do Brasil de Surfe esse ano, é o projeto “Novas Ondas”, para surfistas da região onde acontecem os eventos. Eles interagem com estrelas do campeonato, participam de palestras educativas e fazem uma sessão de surfe especial também com seus ídolos. Essa ação já aconteceu com grande sucesso nas duas primeiras etapas, na Praia dos Molhes em Torres (RS) e na Praia de Itaúna em Saquarema (RJ).

BATERIAS DO CIRCUITO BANCO DO BRASIL DE SURFE EM ALAGOAS:
(sujeitas à alterações até o início do campeonato)

TRIAGEM MASCULINA – 1.o e 2.o da final ganham vagas no QS 3000:
1.a bateria: Victor Ramos, Natan Melo, Junior Coroa, Julio Alcantara
2.a bateria: Denisson Rocha, Gilberto Araujo, David Carvalho, João Ramos

TRIAGEM FEMININA – 1.a e 2.a da final ganham vagas no QS 3000:
1.a bateria: Chayanne de Oliveira, Erika da Silva, Camila Alves
2.a bateria: Nathalia Barrote, Clara Holanda, Gabriela Cavalcanti

PRIMEIRA FASE QS 3000 – 3.o=65.o lugar (160 pts) e 4.o=73.o lugar (150 pts):
1.a: Franco Radziunas (ARG), Raul Rios (PER), Derek Souza (BRA)
2.a: Wiggolly Dantas (BRA), Mariano Arreyes (ARG), Amando Tenorio (BRA)
3.a: Joaquin del Castillo (PER), Eduardo Motta (BRA), Kim Matheus (BRA), Thiago Eduardo (BRA)
4.a: Luan Ferreyra (BRA), Yage Araujo (BRA), Caio Knappi (BRA), Ricardo Petry (BRA)
5.a: Junior Lagosta (BRA), Yan Sondahl (BRA), João Lucas Bessy (BRA)
6.a: João Artur Holanda (BRA), Douglas Silva (BRA), Leo Andrade (BRA), Alan Donato (BRA)
7.a: Tomas Lopez Moreno (ARG), Guilherme Carvalho (BRA), Guilherme Ferreira (BRA), Bernardo Pigmeu (BRA)
8.a: Hedieferson Junior (BRA), Pedro Henrique (BRA), Vitor Valentim (BRA), Willian Feiden (BRA)

SEGUNDA FASE – entrada dos 48 pré-classificados pelo ranking WSL:
————–3.o=33.o lugar (200 pts) e 4.o=49.o lugar (180 pts)
1.a: Mateus Herdy (BRA), Fabricio Rocha (BRA), Vitor Ferreira (BRA), 1.1
2.a: Peterson Crisanto (BRA), Wesley Leite (BRA), Takeshi Oyama (BRA), 2.1
3.a: Michael Rodrigues (BRA), Daniel Adisaka (BRA), Cauet Frazão (BRA), 1.2
4.a: Lucas Vicente (BRA), Lukas Camargo (BRA), Diego Aguiar (BRA), 2.2
5.a: Heitor Mueller (BRA), Felipe Oliveira (BRA), Patrick Plachi (BRA), 1.3
6.a: Alonso Correa (PER), Caio Costa (BRA), Marcos Correa (BRA), 2.3
7.a: Cauã Costa (BRA), Fernando Junior (BRA), Roberto Araki (CHL), 1.4
8.a: Rodrigo Saldanha (BRA), Rickson Falcão (BRA), Krystian Kymerson (BRA), 2.4
9.a: Edgard Groggia (BRA), Samuel Igo (BRA), Samuel Joca (BRA), 1.5
10: José Francisco (BRA), Alex Ribeiro (BRA), Gabriel André (BRA), 2.5
11: Luel Felipe (BRA), Leo Casal (BRA), Daniel Templar (BRA), 1.6
12: Igor Moraes (BRA), Nacho Gundesen (ARG), Wallace Vasco (BRA), 2.6
13: Lucas Silveira (BRA), Weslley Dantas (BRA), Gustavo Henrique (BRA), 1.7
14: Mateus Sena (BRA), Valentin Neves (BRA), Bino Lopes (BRA), 2.7
15: Rafael Teixeira (BRA), Matheus Navarro (BRA), Eric Bahia (BRA), 1.8
16: Kaue Germano (BRA), Gabriel Klaussner (BRA), Philippe Neves (BRA), 2.8

PRIMEIRA FASE FEMININA – 3.a=17.o lugar (480 pts) e 4.a=25.o lugar (400 pts):
1.a: Laura Raupp (BRA), Genesis Garcia (ECU), Kemily Sampaio (BRA)
2.a: Kalea Gervasi (PER), Julia Duarte (BRA), Julia Santos (BRA), Vidda Cavalcanti (BRA)
3.a: Vera Jarisz (ARG), Kiany Hyakutake (BRA), Mariana Areno (BRA)
4.a: Arena Rodriguez Vargas (PER), Yanca Costa (BRA), Sol Carrion (BRA)
5.a: Daniella Rosas (PER), Alexia Monteiro (BRA), Yasmin Neves (BRA)
6.a: Juliana dos Santos (BRA), Melanie Giunta (PER), Monik Santos (BRA), Isabela Saldanha (BRA)
7.a: Isabelle Nalu (BRA), Silvana Lima (BRA), Camila Sanday (PER), Nicole Cristina da Silva (BRA)
8.a: Sophia Medina (BRA), Sol Aguirre (PER), Sophia Gonçalves (BRA)

RANKINGS DO CIRCUITO BANCO DO BRASIL DE SURFE 2024 – 2 etapas:

TOP-5 DA CATEGORIA MASCULINA:
1.o- Matheus Navarro (SC) – 1.200 pontos
2.o- Lucas Vicente (SC) – 1.000
3.o- Mateus Sena (RN) – 866
4.o- Leo Casal (SC) – 800
4.o- Igor Moraes (SP) – 800
4.o- Franco Radziunas (ARG) – 800

TOP-5 DA CATEGORIA FEMININA:
1.a- Laura Raupp (SC) – 2.000 pontos
2.a- Julia Duarte (RJ) – 1.150
3.a- Tainá Hinckel (SC) – 1.095
4.a- Silvana Lima (CE) – 1.000
4.a- Daniella Rosas (PER) – 1.000

RANKINGS DE 2024/2025 DA WSL SOUTH AMERICA – 2 etapas:
—-classifica 7 homens e 3 mulheres para o Challenger Series 2025

TOP-10 DA CATEGORIA MASCULINA:
1.o- Lucas Vicente (BRA) – 5.000 pontos
2.o- Franco Radziunas (ARG) – 3.900
3.o- Igor Moraes (BRA) – 3.192
4.o- Kaue Germano (BRA) – 3.102
5.o- Wesley Leite (BRA) – 2.482
6.o- Edgard Groggia (BRA) – 2.282
6.o- Rickson Falcão (BRA) – 2.282
6.o- Hizunome Bettero (BRA) – 2.282
9.o- Matheus Navarro (BRA) – 1.800
10.o- Peterson Crisanto (BRA) – 1.775

TOP-10 DA CATEGORIA FEMININA: 
1.a: Laura Raupp (BRA) – 6.000 pontos
2.a: Arena Rodriguez Vargas (PER) – 3.900
3.a: Julia Duarte (BRA) – 3.542
4.a: Vera Jarisz (ARG) – 3.042
5.a: Daniella Rosas (PER) – 2.782
5.a: Silvana Lima (BRA) – 2.782
7.a: Juliana dos Santos (BRA) – 2.632
7.a: Genesis Garcia (ECU) – 2.632
9.a: Tainá Hinckel (BRA) – 2.240
10.a: Kalea Gervasi (PER) – 2.075

Fonte: João Carvalho – WSL Latin America Media Manager

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *