23 de julho de 2024

Estreia do Surf nas Olimpíadas

0

Brasileiros vivem expectativa de medalhas, e surf mundial está na expectativa de ver seu esporte na maior competição mundial

O surf já tem data marcada para estrear nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020/21. Às 19 horas do dia 24 de julho (um sábado), entram em águas japonesas o round 1 da categoria masculina e na sequencia a categoria feminina. O evento segue até o dia 27 de julho quando já então saberemos quem serão os medalhistas da competição.

Entre os brasileiros, Gabriel Medina, Ítalo Ferreira, Tatiana Weston-Webb e Silvana Lima já sabem quem serão seus adversários na primeira fase das competições de surfe nas Olimpíadas de Tóquio. Os 40 surfistas (20 homens e 20 mulheres) que estarão em ação no Japão a partir do dia 24 de julho, na praia de Tsurigasaki, em Chiba, foram divididos em 10 baterias, de acordo com o ranking de classificação da International Surfing Association (ISA).

Ítalo será o cabeça de chave número 1 no masculino e está escalado para a 1ª bateria, contra o italiano Leonardo Fioravanti, o japonês Hiroto Ohhara e o argentino Leandro Usuna. Já Medina, cabeça de chave número 2, estreará na quinta e última bateria da primeira fase masculina, contra o francês Michel Bourez (FRA), o alemão Leon Glatzer e o indonésio Rio Waida.

Na chave feminina, Tati terá pela frente Johanne Defay (FRA), Amuro Tsuzuki (JAP) e a campeã mundial Sofía Mulanovich (PER). Já Silvana terá pela frente sua grande rival e heptacampeã mundial, Stephanie Gilmore (AUS), além de Pauline Ado (FRA) e Anat Lelior (ISR).

A primeira fase dos eventos masculino e feminino em Tóquio terá 5 baterias, com 4 atletas em cada uma. Os dois melhores de cada confronto avançam direto para a 3ª rodada, enquanto os dois piores caem para a repescagem. Serão duas baterias eliminatórias na repescagem, com 5 surfistas em cada uma. Nessa fase eliminatória, os 2 melhores de cada bateria avançam para a 3ª fase, enquanto os 3 piores são eliminados.

A partir da terceira fase, com 16 atletas divididos em 8 baterias tanto na chave masculina quanto na feminina, os surfistas começam a se enfrentar em confrontos mano a mano até à final.

Masculino
1 – Italo Ferreira (BRA) x Leonardo Fioravanti (ITA) x Hiroto Ohhara (JAP) x Leandro Usuna (ARG)
2 – Kanoa Igarashi (JAP) x Jeremy Flores (FRA) x Miguel Tudela (PER) x Frederico Morais (POR)
3 – Kolohe Andino (EUA) x Julian Wilson (AUS) x Lucca Mesinas (PER) x Billy Stairmand (NZL)
4 – John John Florence (HAV) x Owen Wright (AUS) x Manuel Selman (CHI) x Ramzi Boukhiam (MAR)
5 – Gabriel Medina (BRA) x Michel Bourez (FRA) x Leon Glatzer (ALE) x Rio Waida (IND)
Feminino
1- Carissa Moore (EUA) x Teresa Bonvalot (POR) x Daniella Rosas (PER) x Dominic Barona (EQU)
2 – Sally Fitzgibbons (AUS) x Brisa Hennessy (CRI) x Mahina Maeda (JAP) x Bianca Buitendag (AFS)
3 – Stephanie Gilmore (AUS) x Silvana Lima (BRA) x Pauline Ado (FRA) x Anat Lelior (ISR)
4 – Tatiana Weston-Webb (BRA) x Johanne Defay (FRA) x Amuro Tsuzuki (JAP) x Sofía Mulanovich (PER)
5 – Caroline Marks (EUA) x Yolanda Sequeira (POR) x Leilani McGonagle (CRI) x Ella Williams (NZL)


About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *