19 de maio de 2024

São Francisco do Sul vai se tornar a Capital Nacional do Surf em setembro

0

O São Chico Pro vai promover a segunda etapa do Circuito Catarinense Profissional nos dias 8 a 10 de setembro e de 11 a 17 a terceira da Taça Brasil da CBSurf

A Ilha de São Francisco do Sul vai se transformar na Capital Nacional do Surf, com duas competições seguidas no início de setembro. A Secretaria de Esportes da Prefeitura de São Francisco do Sul apresenta o São Chico Pro, que vai promover a segunda etapa do Circuito Profissional da Federação Catarinense de Surf (FECASURF) nos dias 8 a 10 e de 11 a 17 a terceira da Taça Brasil 2023 da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf). A expectativa é de que a cidade será invadida por mais de 200 surfistas de vários estados do país, para competir nas ondas da Prainha.

Já é tradição acontecer campeonato de surfe na Semana da Pátria em São Francisco do Sul e neste ano serão dois eventos seguidos, com show de surfe garantido rolando em 10 dias na Prainha”, destaca Renato Melo, presidente da Federação Catarinense Surf. “Isso certamente não aconteceria sem o importante suporte da Prefeitura de São Francisco do Sul, sempre acreditando na força do nosso esporte, que é o que mais cresce no Brasil, transformando a vida de muitos jovens. Quero já agradecer ao prefeito Godofredo Gomes Moreira e ao secretário de esportes, Douglas Musse, por todo o apoio para a realização do São Chico Pro”, finalizou Renato Melo.

Alex Ribeiro. Catarinense Pro Joaquina. Foto: Márcio David

A primeira edição do São Chico Pro apresentado pela Prefeitura de São Francisco do Sul foi no ano passado. A diferença é que, em 2022 um evento único marcou pontos para o ranking brasileiro da Taça Brasil e para o estadual da FECASURF. Neste ano, os dois circuitos serão realizados separadamente. A primeira atração do São Chico Pro 2023 é a segunda etapa do Circuito Profissional da Federação Catarinense de Surf, que começou na Praia da Joaquina, em Florianópolis, com vitórias da bicampeã estadual, Tainá Hinckel, e do paulista Alex Ribeiro.

Premiação revigorada em 2023

Neste ano, a FECASURF aumentou de R$ 30.000 para R$ 50.000, a premiação de cada uma das cinco etapas programadas para o Circuito Profissional Catarinense de 2023. É o circuito estadual mais rico do Brasil e o Floripa Pro Etapa Joaquina, realizado no início de junho, já atraiu surfistas de outros estados e até de outros países. A final feminina, vencida por Tainá Hinckel, foi contra a peruana Camila Sanday. E a decisão masculina foi 100% paulista, com Alex Ribeiro derrotando Gabriel Klaussner. Como ambos não pontuam no ranking estadual, Caetano Vargas e Lucas Silveira, que perderam nas semifinais, dividem a liderança em 2023.

Adriano de Souza. São Chico Pro. Foto: Marcio David.

A surfista da Guarda do Embaú também foi a campeã do CBSurf São Chico Pro no ano passado na Prainha. Na grande final, Tainá Hinckel superou sua grande concorrente local e vice-campeã catarinense no seu bicampeonato em 2021 e 2022, Laura Raupp, além da maior surfista do Brasil em todos os tempos, Silvana Lima, que ficou em terceiro lugar e a carioca Julia Duarte em quarto. Já o título masculino na Prainha foi conquistado pelo campeão mundial Adriano de Souza, deixando o paranaense Peterson Crisanto em segundo e os paulistas Hizunomê Bettero em terceiro e Weslley Dantas em quarto.

Taça Brasil CBSurf na sequência em São Chico

A Taça Brasil é a divisão de acesso da CBSurf, que classifica 22 homens e 7 mulheres para a elite nacional que vai disputar os títulos brasileiros no Dream Tour. As duas primeiras etapas deste ano aconteceram na Região Nordeste. O paranaense Edson de Pra e a carioca Julia Duarte venceram a primeira em Porto de Galinhas, Ipojuca (PE), com a catarinense Kiany Hyakutake sendo vice-campeã na final. Já em Baía Formosa (RN), o catarinense Lucas Vicente conquistou o título contra o potiguar Deyvson Santos e a paulista Sophia Gonçalves ganhou da paraibana Ana Lu Silva. Lucas Vicente e Julia Duarte lideram o ranking das duas primeiras etapas da Taça Brasil 2023.

Taina Hinckel. Catarinense Pro Joaquina. Foto: Marcio David.

Inscrições para o São Chico Pro 2023 

As inscrições nas categorias feminina e masculina para a segunda etapa do Circuito Catarinense Profissional – São Chico Pro – já estão abertas, cl e podem ser realizadas através do link SÃO CHICO PRO 2023 com o primeiro prazo encerrando-se no dia 31 de agosto. Qualquer dúvida ou esclarecimento, entrar em contato com a FECASURF – Federação Catarinense de Surf.

CINCO ETAPAS – O Floripa Pro Etapa Joaquina abriu o Circuito Catarinense Profissional de 2023 e a programação da FECASURF é realizar mais quatro etapas, todas oferecendo 50.000 Reais de premiação, divididos aos mais bem colocados nas categorias masculina e feminina, com as mulheres recebendo o mesmo valor do que os homens nas mesmas colocações. A segunda etapa é o São Chico Pro de 8 a 10 de setembro na Prainha de São Francisco do Sul, no Norte do estado. As outras estão marcadas no litoral Sul, Garopaba e Laguna, com a grande final da temporada acontecendo em Florianópolis.

São Chico Pro 2023 é apresentado pela Secretaria Municipal de Esportes da Prefeitura de São Francisco do Sul, com realização da Federação Catarinense de Surf (FECASURF), em conjunto com a Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) e Associação de Surf da Prainha (ASP). A etapa da Taça Brasil tem patrocínio da Surfland e Fu-Wax e o evento será transmitido ao vivo pelos sites Fecasurf.com.br e CBSurf.org.br e pelo canal CBSurfPLAY no YouTube.

São Chico Pro 2023

Prainha – São Francisco do Sul – SC
De 08 a 010 de setembro de 2023.
PREMIAÇÃO: R$ 30.000,00  Masculino e R$ 20.000,00 Feminino
Valor R$ 250,00 Masculino e R$ 200,00 Feminino.
AS INSCRIÇÕES SÃO LIMITADAS E ENCERRAM ASSIM QUE PREENCHER AS VAGAS

Inscrições abertas, basta clicar aqui.

RANKING CATARINENSE PROFISSIONAL DA FECASURF 2023:

TOP 10 DO MASCULINO – 1 etapa:

  • 1.o: Caetano Vargas (Florianópolis) – 730 pontos
  • 1.o: Lucas Silveira (Florianópolis) – 730 pontos
  • 3.o: Luan Wood (Florianópolis) – 610
  • 4.o: Walley Guimarães (Imbituba) – 555
  • 4.o: Gabriel Junior (Imbituba) – 555
  • 6.o: Derek Adriano (Navegantes) – 500
  • 6.o: João Godoy (Florianópolis) – 500
  • 8.o: Matheus Navarro (Itajaí) – 450
  • 8.o: Wallace Vasco (Florianópolis) – 450
  • 8.o: Ronaldo Silveira (Florianópolis) – 450
  • 8.o: Marlon Klein (Florianópolis) – 450

TOP 10 DA CATEGORIA FEMININA – 1 etapa:

  • 1.a: Tainá Hinckel (Palhoça) – 1.000 pontos
  • 2.a: Laura Raupp (Florianópolis) – 730
  • 2.a: Kiany Hyakutake (Florianópolis) – 730
  • 4.a: Isabelle Nalu (Florianópolis) – 610
  • 4.a: Pamella Mel (Garopaba) – 610
  • 6.a: Yasmin Dias (Passo de Torres) – 555
  • 6.a: Potira Castaman (Florianópolis) – 555
  • 8.a: Maya Carpinelli (Garopaba) – 500
  • 8.a: Juliana Quint (Florianópolis) – 500
  • 8.a: Alma Corgiolu (Florianópolis) – 500
  • 8.a: Kauanny de Souza (SC) – 500

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *