11 de julho de 2024

Rio Surf Festival 2024 tem ondas excelentes no penúltimo dia de competição

0

O Rio Surf Festival 2024 entrou em seus momentos decisivo nesta sexta-feira (28) com as disputas do Longboard Masculino, Feminino e Progressivo. A definição dos campeões de todas as categorias será neste sábado junto com as provas do SUP Race, que abrirá o último dia de competição

Danilo Mulinha (SP). Foto: @pablonz.

Altas ondas na praia da Macumba nesta sexta-feira (28) durante o 11º dia de disputas do Rio Surf Festival 2024. A competição teve início no último dia 18 de junho e será finalizado neste sábado (29), com o patrocínio do Governo do Estado e da Secretaria de Esporte e Lazer do Rio de Janeiro.

As condições melhoraram em relação ao dia de ontem, com ondas perfeitas de 2 metros nas séries quebrando durante todo o dia. Essa sexta-feira foi reservada para a definição dos finalistas das categorias Longboard Masculino, Feminino e Progressivo. O primeiro confronto a entrar na água foi o terceiro round do Longboard Progressivo, com a disputa de duas baterias que classificou quatro atletas para as semifinais Homem a Homem.

Na primeira bateria do dia a vitória foi de Alex Salazar (SP), que manteve suas grandes atuações das fases anteriores. Ele abriu o confronto com 6.73 pts, e complementou com 5.40 pts para sacramentar sua vaga na primeira semifinal com o excelente somatório de 12.17 pts.

Em segundo ficou o cearense Geraldo Neto, que veio de grandes apresentações desde as primeiras fases, com o somatório de 9.17 pts. Apesar da bela onda surfada no início da bateria (6.17), o paulista Danilo Santos não conseguiu uma segunda nota consistente para virar o resultado, terminando na terceira posição, seguido por Gabriel Nascimento em quarto.

Geraldo Lemos. Foto: @pablonz.

A segunda bateria foi marcada por uma troca de notas altas entre os competidores. Rodrigo Sphaier (RJ) começou com uma sequencia de batidas e rasgadas fortes que entrou no critério excelente (8.0 pts), para largar na frente. Sphaier ainda fez 4.03 para liderar a bateria, mas acabou se classificando em segundo.

O local Marcelo Freitas (RJ) respondeu a altura, surfando apenas duas ondas durante os 20 minutos de disputa para finalizar em primeiro. Ele marcou 6.90 e 6.60 pts em suas duas ondas para totalizar 13.50 pts. Em terceiro ficou Reginaldo Nascimento (PE), com Alexandre Escobar (ES) na quarta colocação.

Segunda fase Longboard Masculino Pro

Reginaldo Nascimento. Foto: @pablonz.

A segunda fase do Longboard Masculino Pro retornou pra água após folgar na quinta-feira (28). Foram disputadas quatro baterias que classificaram oito atletas para o terceiro round, onde os cabeças-de-chave estrearam na competição. As melhores atuações ficaram por conta do paulista João Santos, que marcou o maior somatório desta fase (13.26 pts) para vencer o primeiro confronto, com Daniel Batista (PE) em segundo lugar.

A sequência de resultados deste round seguiu com a classificação dos cariocas Jeferson Silva (9.57) e Franco Bota (5.40) na segunda bateria, Hideki Duarte (SP- 7.80) e Henry Ciamaroni (RJ- 6.97) na terceira e fechando a segunda fase com a vitória de Gabriel Moura (SP – 9.00) com Pedro Ribeiro (RJ- 8.17) em segundo.

Segunda fase Longboard Feminino Pro

Luana Soares (SP). Foto: @pablonz.

Mais quatro baterias foram pra água, finalizando a segunda fase da Longboard Feminino Pro. As meninas deram um show de surf em cima do pranchão, desfilando o estilo clássico nas ondas volumosas da praia da Macumba, que são propícias para esta modalidade.

A número quatro do ranking Jasmim Avelino (RJ) venceu a primeira bateria deste round e seguiu firme para a próxima fase, superando Eva Marla Rodrigues (PE), que chegou nesta etapa na oitava colocação. Na segunda bateria a paulista Luana Soares (3ª no ranking) superou a líder Atalanta Batista (PE) com o maior somatório desta fase, marcando 8.36 pts. Ambas se classificaram para o próximo round.

Estou muito feliz de estar aqui pela segunda vez, apesar de estar cansada, pois cheguei do Peru essa semana. As ondas estão muito boas, mesmo com o volume de água e a força da corrente. A direção de prova acertou em esperar para colocar o evento nas melhores condições” disse Luana Soares.

No confronto seguinte foi a vez da vice-líder do circuito Kate Brandi (SP) se classificar na segunda posição atrás da local Evelin Neves (RJ), que chegou na 12ª posição no ranking nesta etapa. Fechando o round, dobradinha carioca com a vitória da número cinco do ranking Ayllar Cinti (RJ), que marcou a segunda maior média desta fase (7.87) seguida por Rayane Amaral, 7ª no ranking após duas etapas.

Terceira fase Longboard Masculino Pro

A categoria Longboard Masculino Pro retornou com a estreia dos cabeças de chave do evento no terceiro round. Logo no primeiro confronto uma bateria acirrada entre Fábio Alves (AL), 8º lugar no ranking, e João Santos (SP) que competiu em apenas uma etapa no ano e chegou ao Rio na 43ª colocação. Melhor para o alagoano, que descolou uma bela esquerda de 6.40 pts para ficar com a primeira posição, seguido pelo paulista, que alcançou seu melhor resultado nesta temporada.

Na disputa seguinte o carioca Rodrigo Sphaier fez o maior somatório da prova em sua categoria, quando marcou 14.30 em suas duas melhores ondas. Sphaier, que é vice-líder do ranking e está na briga direta pelo titulo desta temporada, surfou uma direita da série e encaixou uma combinação de manobras até a beira para cravar 7.40 pts e sua vaga nas semifinais.

Na segunda posição ficou o número onze do ranking Daniel Batista (PE), que também fez uma grande bateria somando 11.94 pts. Jeferson Silva (RJ) e Leonardo Gimenes (SP) não conseguiram acompanhar o ritmo dos classificados, e encerraram suas participações na prova.

O líder do ranking Jefson Silva (SP) veio na bateria seguinte e marcou a maior nota do dia (segunda maior do evento – 8.73) para carimbar a vaga pra semifinal com a excelente soma de 13.43 pts. Em segundo ficou o potiguar Antonio Robles (10º do ranking), que superou Hideki Duarte (SP) por apenas 0,10 décimos na terceira colocação e Pedro Ribeiro (RJ) em quarto.

A última bateria desta fase quem levou a melhor foi o capixaba Alexandre Escobar (5º) que avançou em primeiro na disputa, com o somatório de 9.00 pts em suas duas ondas. Na segunda colocação ficou Henry Ciamaroni (RJ) que ameaçou a liderança de Escobar chegando perto com 8.53 pts na soma.

Terceira fase Longboard Pro Feminino

Valendo as duas primeiras vagas para as semifinais, a carioca Rayane Amaral ditou o ritmo com duas grandes atuações que lhe renderam 5.40 e 3.17 pts e a primeira posição na bateria. A pernambucana Atalanta Batista ficou na segunda colocação e também garantiu vaga na semi.

A maior média dessa rodada ficou para a paulista Luana Soares na segunda bateria das quartas-de-final. Luana fez 7.57 na sua primeira apresentação, mesclando manobras de bico e boas batidas ganhando a sessão até o inside. Ela ainda teve tempo para marcar 6.00 pts e somar 13.57 pts. Kate Brandi ficou com o segundo posto e a vaga para semi.

Quartas-de-final – Longboard Masculino Pro

Rodrigo Sphaier (RJ). Foto: @pablonz.

O quarto round do Longboard Masculino Pro marcou o início da fase do dinheiro na competição. Os surfistas que ficaram na quarta colocação na bateria embolsaram R$3.000,00 (três mil reais) e 555 pontos no ranking, finalizando a prova na 7ª posição. Os que ficaram em terceiro nas disputas receberam R$4.000,0 (quatro mil reais), 610 pontos no ranking e encerraram a prova na 5ª posição.

O líder do ranking não decepcionou, e em mais uma atuação de gala o carioca Jefson Silva superou sua maior nota alcançada ainda nessa sexta-feira (8.60), quando marcou 8.83 pts.Ele chegou ao impressionante somatório de 15.17 pts (a maior do dia) ficando atrás apenas de Caio Vaz (RJ) do SUP Pro Masculino, que detém os recordes da prova até o momento com 15.77 pts alcançado na última quarta-feira, durante o primeiro dia do Rio Surf Festival.

Na bateria seguinte o capixaba Alexandre Escobar não deu chances aos seus oponentes com duas notas fortes no somatório (7.67 e 5.73). Ele venceu a disputa, deixando o potiguar Antonio Robles em segundo, Rodrigo Sphaier (RJ) em terceiro e João Santos (SP) em quarto.

Semifinais Longboard Progressivo

Rodrigo Sphaier (RJ) continuou em sua escalada de notas altas durante toda a competição, e abriu a primeira semifinal com 8.50 pts. Na sequencia ele confirmou sua passagem para a grande final do evento com 5.93, desclassificando Alex Salazar (SP) pelo placar de 14.43 contra 7.66 do santista.

O mar melhorou bastante. Hoje foi um dia de altas ondas em que todos puderam mostrar seu surf. O que importa é estar na final e no pódio brigando pelo título e pelas primeiras colocações” declarou Sphaier, que é local de Saquarema (RJ).

Na segunda semi Marcelo Freitas (RJ) também não deixou por menos e somou 14.23, com um ‘highscore’ de 8.0 pts em sua melhor onda. Freitas neutralizou as chances do cearense Geraldo Neto, que não vendeu barato a vaga para a decisão e terminou em segundo. Final definida para este sábado de emoções no Rio Surf Festival na categoria Longboard Progressivo, com o duelo que promete incendiar as ondas da Macumba entre Rodrigo Sphaier e o local Marcelo Freitas.

Semifinais Longboard Pro Feminino

Duas disputas eletrizantes encerraram o penúltimo dia de competição, com a definição das finalistas da Longboard Feminino Pro. Kate Brandi (SP) começou forte a primeira semi, marcando 6.0 pts em sua primeira onda. Rayane Amaral (RJ) respondeu com uma nota 4.0 pts.

A segunda rodada de notas foi crucial para a classificação de Kate Brandi. Ela confirmou a primeira colocação com 3.67 pts, contra 3.30 pts de Rayane, que encerrou sua participação na prova na terceira colocação no geral, recebendo R$5.500,00 de premiação e mais 730 pontos no ranking.

Mesma premiação e pontuação recebida por Atalanta Batista (PE), que foi superada pela paulista Luana Soares na segunda semifinal. Luana garantiu seu nome na grande final contra Kate Brandi (SP), segunda do ranking, e com chances de assumir a liderança, dependendo dos resultados.

Fonte:  Prime.Press07 Assessoria

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *